Operação mira sonegação de R$ 100 mi de grupos cervejeiros na Bahia e outros estados

Publicidade 2

A Operação Happy Hour foi deflagrada nesta terça-feira (25) para fiscalizar o setor cervejeiro que teria causado prejuízo de R$ 100 milhões em sonegação de imposto em menos de dois anos. A operação foi aberta pelo Fisco Paulista em 11 cidades de São Paulo, além de diligências em duas cidades no Rio de Janeiro e uma na Bahia.

Na lista de alvos de 60 auditores da Receita estadual está o grupo responsável pela fabricação da cerveja Proibida.
“O objetivo é a recuperação do crédito do imposto, seja via cobrança de auto de infração ou mediante execução dos articuladores da fraudes. O Fisco tem feito nos últimos meses operações de orientação, de educação e de repressão.

Com a modernização e o cruzamento de dados é possível identificar facilmente o esquema. O recado é claro: sonegar não compensa”, afirmou Vitor Manuel dos Santos Alves Junior, diretor Executivo na Diretoria Executiva da Administração Tributária (Deat) da Secretaria da Fazenda, ao jornal Estadão.

Redação com BN

Deixe uma resposta