Empresário ligado ao PR arremata licitação milionária na Prodeb, comandada pelo partido

Publicidade 2
Foto : Reprodução/Bahia Notícias

Filiado ao PR de abril de 2016 a fevereiro de 2018, o empresário João Lourenço Botti de Cerqueira arrematou uma licitação por R$ 6,8 milhões com a Companhia de Processamento de Dados da Bahia (Prodeb). O órgão estatal tem como diretor-presidente Samuel Pereira Araújo, que é filho do deputado federal José Carlos Araújo, presidente do PR na Bahia. O partido compõe a base do governador Rui Costa. 

Botti é diretor-executivo da empresa Avansys Tecnologia LTDA., que arrematou a licitação para produzir softwares para a Prodeb. Ao Bahia Notícias, ele explicou que a comissão responsável pelo pregão está analisando a documentação apresentada pela empresa e, caso haja algum problema, ela pode não ficar com a licitação, o que classificaria a segunda colocada, a M.I Montreal Informática S.A, dona do segundo menor valor, de R$ 7.030.000,00. “Informamos ainda que a documentação da empresa AVANSYS no Pregão Eletrônico nº 11/2018 perfaz o quantitativo de 621 páginas”, informou o pregoeiro, segundo o sistema da licitação, consultado pela reportagem.

A Avansys desbancou, em concorrência no último dia 11 de setembro, outras oito propostas classificadas. Inicialmente, não tinha apresentado a proposta de menor valor, colocando uma de R$ 11.800.322,17. O diretor-executivo da empresa se filiou ao PR, em Itabuna, em 1º de abril de 2016. Permaneceu na sigla até 22 de janeiro deste ano, quando pediu desfiliação, de acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O registro de filiação à legenda foi cancelado em 6 de fevereiro de 2018. 

REDUTO DE ARAÚJO

A Prodeb é órgão de influência do deputado José Carlos Araújo na Bahia. Seu filho, Samuel Pereira, ocupa a diretoria da companhia há 10 anos. Foi diretor de Relacionamento da empresa pública de 2008 a janeiro de 2015, quando foi alçado ao posto de diretor-presidente, por nomeação do governador Rui Costa, logo no início do mandato dele para o governo do Estado. 

Fonte: BN

Deixe uma resposta