Preço da Gasolina em Alagoinhas se aproxima dos R$ 5,00

Publicidade 2

Os proprietários de carros e empresas que possuem frota com veículos movidos a gasolina ou álcool estão de cabelo em pé, pois o valor da gasolina chegou a R$ 4,89 na maioria dos postos e alguns já vendem a R$ 4,93, muito próximo de R$ 5,00 valor temido por todos.

A saída, diz alguns motoristas, é diminuir o uso dos veículos e forçar a queda do valor do combustível, o que não é fácil para alguns, pois têm rotinas que não podem ser alterada como ir ao trabalho, buscar o filho na escola, ir almoçar, voltar ao trabalho e retornar à casa.

Outro fator que não tem compensado, segundo alguns motoristas, é o preço do álcool. Eles alegam que o combustível, que foi criado para ser um alívio ao bolso do motorista, nunca está dentro do percentual vantajoso para abastecimento em relação à gasolina.

“Meu carro é flex, mas uso pouco o álcool porque ele sempre está com o valor perto ou superior a 70% ao valor da gasolina”, disse o comerciante Jorge Antônio Santos, que abastecia seu carro.

A Bahia tem a gasolina mais cara do Nordeste, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo. No estado, o combustível vale em média R$ 4,807, mas em Alagoinhas já está a R$ 4,89. Alguns postos vendem a R$ 4,79, mas poucos.

O preço também é o sexto maior do país e está quase R$ 0,20 acima da média nacional, que é de R$ 4,628. Foram pesquisados 330 postos baianos, no período entre os dias 8 e 15 de setembro.

A cidade de Alagoinhas fica a 79 KM da principal base de distribuição de combustível da Bahia, a Refinaria Ladulfo Alves. Enquanto municípios mais distantes, a 150 e até 200 km de distância da RLAM estão vendendo combustível mais barato.

Os proprietários alegam valores de frete, volatilidade do dólar e a indexação do preço do petróleo ao valor do mercado internacional.

Redação Se Liga Alagoinhas com Gazeta

 

Deixe uma resposta