TJ-BA gasta R$ 38,7 mil com kits de clareamento dentário para servidores

Publicidade 2
Foto: Divulgação

Na última semana de agosto, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) publicou o resultado de uma licitação para a compra de 300 kits de clareamento dentário para seus servidores, orçados em R$ 38,7 mil. No documento, a demanda é classificada como “essencial e indispensável ao bom andamento da unidade de atendimento”. Cada kit custa R$ 129.

Na última semana de agosto, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) publicou o resultado de uma licitação para a compra de 300 kits de clareamento dentário para seus servidores, orçados em R$ 38,7 mil. No documento, a demanda é classificada como “essencial e indispensável ao bom andamento da unidade de atendimento”. Cada kit custa R$ 129.

A opinião é compartilhada pelo coordenador geral do Sindicato dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder Judiciário (Sintaj), Antonio Jair. Ele afirma que a demanda de clareamento não é algo ‘fora do aceitável’ e ainda lembra que esta não é a primeira vez que o serviço é solicitado, mas para sustenta que há demandas mais urgentes.

Em nota, a assessoria do TJ-BA justificou os gastos citando uma resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que instituiu, conforme explica, uma política de atenção integral à saúde de juízes, desembargadores e demais servidores.

“Todos os materiais necessários para o atendimento odontológico do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia constam no Edital, em anexo. Mais de 8.000(oito mil) servidores, incluindo os magistrados são beneficiados pelo serviço com base na Resolução nº 207 de 15/10/2015  do CNJ- Conselho Nacional de Justiça, que instituiu a Política de Atenção Integral à Saúde de Magistrados e Servidores do Poder Judiciário”, diz a corte, em nota enviada ao site.

Redação com Correio 24h

Deixe uma resposta