Debatendo iniciativas de apoio à agricultura familiar: Conselho de Desenvolvimento Sustentável promove plenária com participação de instâncias municipais e entidades representativas

Publicidade 2

Promovida pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável (CMDS), a plenária realizada na Câmara Municipal durante esta segunda-feira (23) contou com a presença do secretário de agricultura, Geraldo Almeida, e do coordenador Deivison Santana, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Meio Ambiente (SEDEA), para discutir questões relacionadas à agricultura familiar em Alagoinhas.

A ação, que aconteceu em decorrência do Dia da Agricultura Familiar, tradicionalmente comemorado em 25 de julho, reuniu agricultores, vereadores, representantes das instâncias municipal e estadual, vereadores, entidades representativas e associações rurais para debater políticas públicas de valorização da produção familiar no campo.

A mesa de abertura, que começou às 8h30 na Câmara Municipal, foi seguida por palestras sobre motivação e sucessão na agricultura familiar, estratégias para a inovação, produção de alimentos e sustentabilidade. A última explanação ficou por conta de Deivison Santana, da SEDEA, que destacou a implantação do Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) como uma das iniciativas que devem impactar positivamente no trabalho dos produtores rurais de Alagoinhas.

Ele ressaltou que a cidade é a 2ª, entre os municípios baianos, a implantar o PSA e explicou que a medida significa um avanço importante que demarca o pioneirismo de Alagoinhas frente a essas questões. Isso porque o contrato de pagamento por serviços ambientais, assinado recentemente pelo prefeito Joaquim Neto, prevê a remuneração (financeira ou por serviço) a produtores rurais que adotem práticas sustentáveis de preservação ambiental na sua propriedade. A contrapartida será uma gratificação para o agricultor que contribui para a preservação.

Os agricultores presentes na plenária demonstraram interesse no programa, que rendeu debates sobre produção e cuidado com a utilização dos recursos naturais.

Após o encerramento, o CMDS realizou ainda uma programação cultural, com exposição de produtos, comercialização de hortaliças, frutas e verduras, além de apresentação de forró pé de serra.

“O objetivo da plenária hoje era comemorar antecipadamente o dia da agricultura familiar, ouvir os agricultores, debater, elencar pontos com relação à questão da agricultura familiar e fazer encaminhamentos”, explicou o presidente do CMDS, José Santana, que completou, “sem a agricultura, a gente não vai a lugar nenhum”.

Estiveram presentes na ação membros da União das Associações de Moradores de Alagoinhas (UAMA), da União das Associações Comunitárias Rurais de Alagoinhas (UARA), da Cooperativa dos Pequenos Agricultores do Município de Alagoinhas (COPAMA), do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF), do Colegiado do Território do Litoral Norte e Agreste Baiano (CODETER) e da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), representando a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Sustentável.

Deixe uma resposta