Alagoinhas celebra a diversidade na 11º Parada LGBTI

Publicidade 2
Parada LGBTI de Alagoinhas
Fotos: Roberto Fonseca.

A luta pela igualdade e representatividade levou, neste domingo (22), milhares de pessoas de todas as faixas etárias ao Centro para a realização da 11º edição da Parada LGBTI de Alagoinhas. Com o tema “Por Educação, Saúde e Cidadania para os LGBTIs de Alagoinhas!”, a Parada recebeu o apoio da Prefeitura Municipal, que patrocinou o trio elétrico, a atração musical e forneceu toda a logística para o evento.

A concentração ocorreu na Avenida Juracy Magalhães. Às 15h foi dada a largada com o show de Maurício Lins, atração que puxou o trio até a dispersão, na Praça J.J. Seabra, com performances que uniram dança, música e protesto. Escolhido pela sua trajetória na militância do movimento LGBTI do município, para o cantor, o evento é essencial para dar visibilidade à causa. “Uma das minhas contribuições tem sido dar voz aos LGBTIs, aos que sofrem com o preconceito, com a violência, mas é importante deixar claro que a nossa luta não é só um dia, é diária e não vai parar”, afirmou.

Parada LGBTI de Alagoinhas
Fotos: Roberto Fonseca.

Moradora de Maceió, capital de Alagoas, Alana da Silva, 23 anos, que está na cidade a passeio, se declara simpatizante e veio com quatro amigas para prestigiar a Parada. “Eu apoio este movimento e sei que é há muitos casos de violência física e psicológica com as pessoas que têm coragem de assumir suas orientações sexuais”, disse. Alagoinhense, Silvânia Lêda, 50 anos, participou de todas as marchas já realizadas aqui, mas apontou a falta de mais ações que tragam a reflexão e o diálogo com a sociedade sobre os problemas que os LGBTIs enfrentam. “Tudo tem de girar em torno do respeito e o único caminho é a informação, a discussão e a conscientização em todos os lugares”, ressaltou.

Parada LGBTI de Alagoinhas
Fotos: Roberto Fonseca.

“Eventos como este celebram o orgulho de ser LGBTI, o orgulho de poder sair às ruas e mostrar a nossa orientação sexual e identidade de gênero”, destacou  Tarcilla Cavalcante, presidente da Organização Homossexual Geral de Alagoinhas (OHGA), entidade organizadora da Parada.  Fundada em 2003, a OHGA foi a primeira organização criada no município com o objetivo de unir forças para a promoção da igualdade de direitos para os LGBTIs e a prevenção das DSTs/AIDS.

Parada LGBTI de Alagoinhas
Fotos: Roberto Fonseca.

“Um dos objetivos do evento é despertar o interesse para a efetivação de politicas públicas para o LGBTIs, e desde o primeiro ano de governo, Joaquim Neto tem dado toda a atenção e apoio ao movimento, o que nos traz perspectivas de avanços, a exemplo da implementação do Conselho LGBTI em Alagoinhas”, afirmou Tarcilla.

Secom Alagoinhas

Deixe uma resposta