Com foco em saneamento ambiental, SAAE executa ações em escolas da cidade

Publicidade 2

Ao longo de 2018, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) Alagoinhas, por meio da Assessoria de Integração Comunitária (AIC), tem colocado em prática uma série de ações sociais em paralelo à execução das obras do Saneamento para Todos, Programa de Aceleração de Crescimento (PAC 1 e PAC 2), programas federais que ao final elevarão a cobertura de esgotamento sanitário da cidade de 13% para 35%.

O setor, criado em 2005, exerce uma função de extrema importância ao possibilitar que, a partir da mobilização e organização das comunidades, os moradores conheçam o funcionamento e a pertinência das obras de infraestrutura em processo de implantação em seus bairros.

Seguindo este princípio de educação sanitária e ambiental, além de realizar reuniões e capacitações com os adultos, a AIC também tem estreitado os laços entre o SAAE e escolas municipais e estaduais localizadas em bairros beneficiados por algum dos convênios. Dialogando com turmas que vão do Ensino Infantil até o Ensino Fundamental, o SAAE vem trabalhando temas como tratamento de esgoto e racionamento de água, por meio de oficinas de contação de história e palestras.

Conforme explica Leila Pires, assessora da AIC, “o fortalecimento de qualquer processo educativo, como por exemplo o ambiental, deve partir da base, uma vez que as crianças ainda estão em processo de formação, sendo apresentadas a conceitos pela primeira vez.”

Com isso em mente, na tarde de quarta-feira (18), alunos da Escola Municipal Pedro Furtado, localizada no Mangalô, assistiram a uma apresentação de teatro de fantoche com a temática dos dois componentes do saneamento: esgotamento sanitário e abastecimento de água. Luciana Cerqueira e Tainara Santana, ambas estudantes de Pedagogia, interpretaram, respectivamente, os personagens Dona Natureza e Sujão, arrancando risos e aplausos dos estudantes.

Para Luciana Cerqueira, “o teatro de fantoche tem uma capacidade atrativa especial, especialmente quando estamos lidando com crianças, possibilitando que elas aprendam de maneira lúdica”.

Débora Vítoria, de 11 anos, nunca tinha assistido a uma peça de teatro de fantoche. “Gostei bastante, pois deu para aprender de forma divertida”, disse a aluna do 5º ano.

Para a professora de Vitória, Maricélia dos Santos Santana, “encontros como este são valiosos, pois ajudam bastante como método de ensino, complementando o que é transmitido em sala de aula”.

Nos dias 30 e 31 de julho, ocorrerá a culminância do projeto “Construindo Conhecimento” nas escolas municipais Doutor Carlos Santana e Jardim Petrolar, respectivamente. Em agosto, outra escola do Mangalô receberá o SAAE, dessa vez na Escola Estadual Júlio Leal, onde será criada uma horta comunitária.

 

Além do atendimento presencial no Posto de Atendimento (Rua Moreira Rego,9977, Centro), há o WhatsApp e o Call Center. Pelo aplicativo, basta enviar uma mensagem (75) 981804500; o retorno sempre é instantâneo. Pelo Call Center, é só ligar gratuitamente para 0800 702 7065.

 

ASCOM
Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE Alagoinhas

Deixe uma resposta