I Semana Municipal de Prevenção às Drogas de Alagoinhas recebe estreia do espetáculo ‘Labirinto’, no Centro de Cultura

Publicidade 2
SEDUC – Semana de Prevenção as Drogas
Fotos: Roberto Fonseca

A arte é uma das maiores ferramentas para a educação, socialização e ressocialização, por isto, a Prefeitura de Alagoinhas inaugura a I Semana Municipal de Prevenção, Conscientização e Combate ao Uso de Drogas na Infância e na Adolescência trazendo para o Centro de Cultura a estreia do espetáculo “Labirinto”, desenvolvido pelo Grupo de Teatro da Polícia Militar da Bahia.

A peça conta a história de adolescentes que são aliciados pelo mundo do tráfico e uso de drogas. De maneira lúdica, o roteiro discute as problemáticas relacionadas à questão e provoca a reflexão de jovens e adultos.

Cumprindo o exposto na Lei Municipal Nº 2.425/2018, de autoria dos vereadores João Henrique e Pastor Lins, a Secretaria Municipal de Educação (SEDUC) antecipou a produção do evento, que, por lei, teria obrigatoriedade de realização apenas em 2019. De acordo com o Art. 1º o evento deve ser realizado, anualmente, na primeira semana do mês de junho, fazendo relação ao Dia Internacional de Combate ao Uso de Drogas.

“É muito importante ver o auditório lotado de jovens atentos às mensagens que estamos passando hoje. Nossa gestão está muito honrada de fazer sua parte neste processo de formação de adultos conscientes. Entendemos o tamanho da importância do tema e da nossa responsabilidade e, por isso, decidimos antecipar a realização do evento já em 2018”, afirma Joaquim Neto.

Os autores da lei participaram da abertura do evento e mostraram-se satisfeitos com o compromisso da administração municipal. “Eu entendo a prevenção como a principal arma para o combate às drogas e por isso me sinto feliz de ter participado da idealização do projeto na Câmara de Vereadores”, explica o vereador Pastor Lins. Enquanto isso, o vereador João Henrique avalia a participação do poder público neste processo. “A prefeitura não pode ficar fora dessa responsabilidade de construir um mundo melhor para todos e, por isso, fico feliz de ser o autor dessa lei. Espero que isso se torne um legado para toda Alagoinhas”, concluiu.

Durante as cinco sessões que serão realizadas entre esta terça-feira (17) e quarta-feira (18), a estimativa de público é de pelo menos 3 mil alunos da rede municipal e estadual de ensino. O Grupo de Teatro da PM-BA existe há 20 anos e já apresentou 46 espetáculos para um público de mais de 1 milhão de pessoas. Felizes por estrear o espetáculo novo em sua primeira apresentação na cidade, o grupo dialoga com os jovens numa linguagem próxima e responsável.

“Nossa intenção é que, através deste trabalho, possamos despertar afeto e melhorar o ambiente social, tudo isso porque utilizamos a arte como ferramenta de segurança pública também”, explica o Capitão Elton Santana, diretor e chefe da sessão de artes do Departamento de Comunicação Social da PM.

Os alunos que lotaram o Centro de Cultura assistiram atentos à peça até o fim, “eu achei uma ótima apresentação. O que eu achei mais legal nessa mensagem foi a importância de conversar sobre isso na escola e com os pais, que muitas vezes evitam falar sobre isso. Adorei a peça porque ela nos ajuda a enxergar outros caminhos para nossa vida bem melhores que o uso de drogas”, revela Jaina, estudante da Escola Municipal Irene de Andrade.

Além das apresentações teatrais, o Centro de Cultura também será palco da formação da turma do PROERD. “Temos uma parceria estreita com a Polícia Militar e o PROERD é fruto de mais um projeto em conjunto. Nos preocupamos com o futuro dos nossos jovens e seguimos sempre apostando na educação como o único caminho possível”, diz Fabrício Faro, secretário de educação.

A semana de atividades seguirá até 31 de julho com ações nas unidades escolares, cujo tema terá enfoque tanto na prevenção ao uso de drogas, quanto na promoção da saúde mental.

Secom Alagoinhas

Deixe uma resposta