Vereadores deixam base de apoio ao prefeito e se tornam oposição na Câmara de Alagoinhas

Publicidade 2

Agora é oficial. Os vereadores Caio Ramos, Anderson Baqueiro, Duy do Frango, Gode e Darlan Lucena confirmaram na sessão da Câmara Municipal de Alagoinhas, realizada na tarde desta terça-feira(19), que sairão, em bloco, da base do prefeito Joaquim Neto.

Com discursos contundentes e fortes criticas ao prefeito de Alagoinhas, eles anunciaram uma debandada que já era noticiada pela imprensa há varias semanas.

Os vereadores dissidentes não pouparam críticas ao prefeito Joaquim Neto. O prefeito foi acusado de vender ilusões ao povo, de desrespeitar o legislativo e a base ao enviar projetos de ultima hora e com erros e de não atender às demandas da população. Os vereadores se disseram indignados com o que definiram como “desgoverno” da gestão Joaquim Neto.

O vereador Caio Ramos chegou a pedir perdão ao povo de Alagoinhas por permanecer na base do prefeito nestes 1 ano e 6 meses.

Sem defesa

Os vereadores que continuaram na base do governo não usaram da palavra para defender nem a gestão, nem o governo, apesar das críticas contundentes de seus pares.

Ao contrário, fizeram questão de enaltecer a independência de cada vereador e de que, apesar da decisão dos 5 vereadores, a “amizade continuava”. Um claro gesto de corporativismo de classe.

Nem mesmo o líder do governo, vereador Jorge da Farinha, tomou a defesa do prefeito e da administração municipal.

Agora o prefeito Joaquim Neto terá que lidar com uma Câmara de Vereadores dominado por opositores. São 9 vereadores que se declaram independentes ou oposicionistas, contra 8 vereadores que se declaram situação.

Fonte: Caio Pimenta / News Infoco

Deixe uma resposta