H1N1: 20 pessoas já morreram de gripe este ano na Bahia

Publicidade 2

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) da Bahia divulgou nesta quarta-feira (6) que subiu para 174 o número de casos confirmados da gripe H1N1 no estado. De acordo com o boletim, mais uma morte pela doença foi registrada, o que contabiliza 20 óbitos neste ano.

Conforme informou a Sesab, até o dia 2 de junho foram notificados 1.166 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 87 óbitos. Desse total de casos, 225 foram confirmados para Influenza.

No mesmo período de 2017, foram notificados 300 casos de SRAG, com 23 óbitos. Dentre eles, 23 foram confirmados para Influenza, sendo dois casos de H1N1 e nenhum óbito por conta da gripe.

O boletim atualizado da Sesab aponta ainda que foram confirmados casos de H1N1 em 43 municípios baianos e os óbitos ocorreram em nove deles. Em Salvador foram registradas 12 mortes. 

Os outros municípios que registraram mortes foram: Apuarema (1); Camaçari (1); Irará (1); Lauro de Freitas (1); Retirolândia (1); Saúde (1); Serrinha (1) e Vitória da Conquista (1).

Conforme informou a secretaria, a faixa etária de maior ocorrência ficou entre os menores de cinco anos e maiores de 60 anos, sendo que 60% dos óbitos ocorreram no grupo dos menores de cinco anos.

Vacinação
Prorrogada por conta da greve dos caminhoneiros, a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe começou no dia 23 de abril e vai até 15 de junho. Na Bahia, a meta é imunizar 90% do público alvo, formado por 3,6 milhões de pessoas dos grupos prioritários.

Esses grupos são formados por indivíduos com 60 anos ou mais; crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes e puérperas (até 45 anos dias após o parto); trabalhadores da saúde; professores; povos indígenas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Neste sábado (09), por exemplo,  o Shopping Center Lapa participa do dia D — Campanha Nacional de Intensificação de Vacinação contra a Influenza (gripe). Em parceria com o Serviço de Imunização do Distrito Sanitário Centro Histórico, o empreendimento vai oferecer a vacina gratuitamente, das 09h às 17h, no piso L3 (próximo a Loja Riachuelo).

O Center Lapa será um dos postos espalhados pela cidade para apoiar a campanha que visa vacinar 100% da população alvo, que são idosos, portadores de comorbidades, gestantes, mulheres que tenham feito parto nos últimos 45 dias, trabalhadores de saúde, indígenas, crianças de 6 meses a 4 anos, adolescentes sob medida sócio – educativa e população privada de liberdade.  

Fonte: A Tarde

Deixe uma resposta