Prefeitura Municipal de Alagoinhas reinaugura mais uma unidade escolar totalmente revitalizada

Publicidade 2
SEDUC – Escola José Nicolau da Silva
Fotos: Roberto Fonseca.

Em uma espera incansável por mais de 33 anos, a comunidade da Mangueira viu a escola desassistida, sem muros, que funcionava na região, se transformar efetivamente em unidade de ensino-aprendizagem para os alunos da localidade. Após intervenções na estrutura física em que funcionava, a Escola José Nicolau da Silva foi totalmente revitalizada no último domingo (20) pelo poder público municipal.

“A escola aqui, desde que foi fundada, em 16 de março de 1985, nunca tinha passado por uma reforma completa como essa. Pra você ter uma idéia, nós funcionamos 30 anos sem água. Era tudo muito difícil. A gente fazia, mas fazia com sacrifício. Essa nova gestão chegou, se sensibilizou com a nossa causa, e nossa escola está como você está vendo aqui hoje, essa maravilha de escola, repaginada, toda arrumada, e os alunos não se cansam de sorrir olhando para cada coisa que estão vendo aqui”, afirmou a vice-diretora Evaneide Rodrigues Souza de Jesus.

SEDUC – Escola José Nicolau da Silva
Fotos: Roberto Fonseca.

Com a reforma, a unidade passa agora a contar com 2 banheiros, acessibilidade, um quiosque com área de convivência e a nova fachada padrão, além de monitoramento eletrônico para a segurança. “Muita gente fala muita coisa, mas poucos fazem, e nós estamos fazendo. Pensem nisso. Esse é um ano extremamente importante”, destacou o secretário de educação Fabrício Faro.

Para Professora Iraci Gama, vice-prefeita do município, é mais uma realidade transformada pelos muros de lápis de chegam ditando uma nova possibilidade de escrever a história dentro dessas escolas. “É difícil hoje a gente pensar a SEDUC sem pensar nesse monte de lápis. É com o lápis que a gente escreve pela primeira vez o próprio nome, e não há nada mais emocionante para uma professora do que ver o seu aluno escrever o próprio nome. Escrever o nome significa estar descortinando o mundo, a possibilidade de entender o que alguém está dizendo pra mim, não apenas pelo que está entrando pelo meu ouvido, mas principalmente pelo que eu posso pegar que está no papel. É só entendendo o mundo que a gente vive. Ninguém pode viver somente de pensar pelo que o outro disse que é. O importante é que cada um pense por si. Nós também acreditamos no resultado maravilhoso que esses lápis estão provocando e vão continuar provocando no imaginário da nossa gente”, pontuou.

Contando com a ação deste domingo, a Secretaria Municipal de Educação (SEDUC) completa 5 unidades totalmente transformadas e reinauguradas neste primeiro período: a escola Tomé de Souza, localizada na comunidade da Espuma, a unidade municipal Nossa Senhora das Graças, no Encantado, a Escola Péricles Nogueira, da Conceição, a Luzia Margarida Pinto, do Ponto do Beiju e, agora, também a escola José Nicolau da Silva, da Mangueira.

SEDUC – Escola José Nicolau da Silva
Fotos: Roberto Fonseca.

“Tivemos intervenções em quase todas as 80 unidades escolares, mas, nessa gestão, do prefeito Joaquim Neto e da vice-prefeita Iraci Gama, a gente só reinaugura realmente quando a gente faz uma grande transformação naquela unidade escolar. São intervenções extremamente transformadoras para dar dignidade não só ao aluno, como ao servidor e às famílias que frequentam estes espaços”, explicou Fabrício Faro.

O secretário da pasta aproveitou a oportunidade para enfatizar que o trabalho continua e que a SEDUC também vai ampliar 2 unidades escolares, uma na Brasilinha e outra na Calu. Fabrício Faro informou que a gestão está licitando ainda o processo para as creches do Barreiro, do Urupiara e do Jardim Petrolar, e se comprometeu a buscar os trâmites legais para recuperar as creches abandonadas da Baixa da Candeia e do conjunto Alagoinhas IV.

Sensibilizado ao ver de perto a felicidade da comunidade diante da transformação da escola e atendendo a pedidos dos moradores, o prefeito Joaquim Neto ressaltou que vai continuar buscando novos avanços para a região e brincou com os versos para autorizar o início de mais uma obra de revitalização completa. “Nesse domingo bonito de cores eu aprovo e recomendo a reforma da escola Abelha Flores”, disse o prefeito, que finalizou “estamos mostrando que estaremos e estamos presentes em todas as localidades. É um parecer da prefeitura, que está nas pequenas e grandes comunidades”.

De acordo com o gestor, além da estrutura física, a prefeitura tem trabalhado, com a equipe pedagógica, para proporcionar, a toda a rede pública municipal, acesso a um ensino-aprendizagem de qualidade. Durante a inauguração, a SEDUC distribui kits escolares a alunos de todas as turmas da unidade.

Ascom – PMA

Deixe uma resposta