Alagoinhas encerra a Semana de Museus com palestras sobre memória, cultura e história na FIGAM

Publicidade 2
Semana de Museu
Foto: Roberto Fonseca

Mobilizada pela temporada cultural da 16ª Semana de Museus, que acontece de 14 a 20 de maio em 1.130 museus de todo o país, a Prefeitura de Alagoinhas, através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo (SECET), promoveu, nos dias 17 e 18 de maio, uma programação voltada à memória da cidade na Fundação Iraci Gama.

Os convidados Ede Ricardo de Assis Soares, do Centro de Documentação e Memória de Alagoinhas (CENDOMA), Robério Pimenta, coordenador do Arquivo Público Municipal e Marco Túlio, da Biblioteca Municipal Maria Feijó, se uniram, na última quinta-feira, à professora Iraci Gama, secretária municipal da pasta e vice-prefeita, para palestrar e compartilhar, em mesa redonda, referências, conhecimentos e interpretações da cultura que fazem parte da história da cidade.

“O que a gente quer não é ser diferente; o que a gente quer é dispor de um lugar de memória onde o filho da terra se reconheça”, pontuou Iraci Gama durante a fala sobre o movimento cultural de Alagoinhas.
A professora ressaltou a importância da memória local e lembrou que o município foi a primeira cidade a receber a Orquestra Sinfônica da Bahia, que só havia se apresentado em Salvador e escolheu o local para fazer a primeira aparição fora da capital em 1991.

Os palestrantes também discorreram sobre a necessidade de preservação da cultura, comentaram sobre momentos históricos específicos da cidade e destacaram o crescimento da profissionalização das atividades dos museus.
O tema nacional da edição, promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), é “Museus Hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”, e traz luz à discussão sobre a aplicação de materiais virtuais para ampliar a conexão com os visitantes.

Em Alagoinhas, a SECET informou que o intuito também é incorporar as novas tecnologias ao arquivo, embora o local não funcione ainda com dinâmicas interativas. De acordo com a Secretaria, o objetivo principal da ação desenvolvida era aproximar o público dos arquivos municipais, oportunizando, ao visitante, o contato com a história, a cultura e a memória.

Além das palestras, a SECET realizou, durante os dois turnos (matutino e vespertino) de ontem (18), visitações guiadas pela Fundação Iraci Gama (FIGAM). A atividade coincidiu com a data em que se comemora o Dia Internacional dos Museus, criado para sensibilizar o público sobre a importância dos locais de preservação da cultura, de elaboração da memória e de construção do conhecimento.

Deixe uma resposta