Polícia Civil integra operação nacional de combate à pedofilia

Publicidade 2
Foto: Divulgação PC – Vinte e seis mandados foram cumpridos pelas equipes policiais, contra alvos em Salvador, Região Metropolitana e cidades do interior baiano.

A Polícia Civil da Bahia integrou uma operação nacional de combate à pedofilia, deflagrada, na manhã desta quinta-feira (17), em todo país. Intitulada Luz na Infância 2, a ação policial garantiu o cumprimento de 26 mandados em Salvador, Região Metropolitana (RMS) e cidades do interior.

Cinco pessoas foram presas na capital, enquanto duas foram localizadas nas RMS e interior, segundo resultado apresentado à imprensa, na tarde de hoje (17), no auditório da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), em Brotas.


O Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) em conjunto com o Departamento de Inteligência Policial (DIP), a Delegacia de Repressão aos Crimes Contra à Criança e o Adolescente (Dercca), a Coordenação de Tecnologia da Informação (CTIT) e o Departamento de Polícia Técnica (DPT) foram os responsáveis pela realização da operação, que tem parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério Extraordinário da Segurança Pública (MESP).


Cem policiais civis, em 25 viaturas, estiveram envolvidos no cumprimento dos 18 mandados direcionados às residências em diferentes bairros de Salvador. Em Ondina, foi preso o designer gráfico Rodolfo Correia Camargo, de 36 anos, além dele, Giovane Rodrigues Ferreira Cardoso, 36, morador do bairro de Canabrava, Mauro Lúcio de Castro Oliveira, 46, de Nova Brasília de Itapuã, e os irmãos Bernardo e Felipe Santos do Carmo, de 23 e 22 anos, respectivamente, no bairro da Vila Laura, também foram capturados.


Na Ilha de Itaparica, Jesley de Jesus Silva, 18, foi preso. Em uma CPU e um celular apreendidos na casa dele, foi encontrada pornografia. Em Camaçari, a equipe da 18ª Delegacia Territorial (DT), também identificou farto material na residência de dois irmãos, que não foram localizados.


De acordo com a diretora do Depom, delegada Fernanda Porfirio, a operação obteve êxito nos alvos de Salvador. “O número de mandados dobrou, em relação à primeira fase da operação, ainda assim todos os endereços foram identificados e prosseguiremos com as investigações”, destacou a diretora.


Durante as buscas realizadas pelas equipes policiais foram apreendidas dezenas de equipamentos de informática e arquivamento de dados como notebooks, CPUs, pendrives, celulares, videogames. “Apreendemos tudo que pode ter sido utilizados para acesso e armazenamento de conteúdo relacionado com pornografia infantil”, explicou a delegada Claudenice Mayo, do Depom.


Já o diretor-adjunto do Depin, delegado Cristiano Mangueira, informou que no interior, 30 policias trabalharam direcionados às cidades de Feira de Santana, Poções, Camacã, Ilhéus e Itagimirim. As incursões resultaram na prisão de Eugênio Figueiredo Barros, em sua casa, no Conjunto Habitacional ACM, em Feira de Santana. O criminoso possuía duas pistolas calibre 380, munições, além de materiais pornográficos e bonecas infantis e infláveis.


A titular da Dercca, delegada Ana Crícia Macedo, explicou que todos os flagranteados serão apresentados na audiência de custódia, enquanto os materiais apreendidos irão para a perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Fonte: Ascom/PC

Deixe uma resposta