Alagoinhas – Um coro contra a privatização

Publicidade 2

“A Câmara Municipal de Alagoinhas, capital da Bahia”. Assim é a introdução de um projeto de Lei apresentado pelo Executivo de Alagoinhas, e, em seguida, diz que o projeto, já sancionado pelo prefeito, prevê a realização de PPPs, mas uma palavrinha inserida lá em seu interior fala em autarquia. Foi o estopim. Já escaldados com a suspeita no Governo anterior de uma possível privatização, os servidores do SAAE se reuniram no pátio da empresa e protestaram.

Na sessão desta terça-feira (15), lotaram o plenário e aumentaram o coro contra esse processo. O Executivo recuou e retirou o projeto de pauta, mas deve ser para tirar Alagoinhas como capital da Bahia, algo que já deveria ter ocorrido pelo menos no 2 de Julho, a exemplo do que ocorre em Cachoeira. Não durmam, pois, enquanto dormem, um novo projeto deve estar sendo esboçado. As PPPs devem ser esclarecidas e as privatizações esquecidas.

O povo deve comer um prefeito vivo em praça pública se o SAAE for privatizado, pelo menos nas urnas. Pelo texto em epígrafe, alguns vereadores riram e disseram que foi o tradicional copia e cola, uma das proezas da modernidade chamada internet. E veio de Salvador.

Por Vanderley Soares

Deixe uma resposta