Daniel Alves está fora da Copa do Mundo

Publicidade 2
Daniel Alves se machucou na final da Copa da França, terça-feira (8), contra o Les Herbiers (Franck Fife/AFP Photo)

O baiano Daniel Alves está fora da Copa do Mundo. A lesão que o lateral de 35 anos sofreu no ligamento cruzado anterior do joelho direito o impedirá de estar em condições de jogo a tempo do Mundial, que começa no dia 14 de junho, na Rússia. A informação foi publicada inicialmente pelo site Globoesporte.com.

A decisão foi tomada após o médico da Seleção, Rodrigo Lasmar, encontrar com o jogador do PSG em Paris, na quinta-feira (10). Lasmar pediu exames complementares e constatou que, mesmo que não seja necessária cirurgia (isso só será definido daqui a três semanas), Daniel precisará de, ao todo, nove semanas de recuperação. O prazo termina praticamente no final da Copa, que é dia 15 de julho.

Daniel Alves se machucou na final da Copa da França, terça-feira (8), contra o Les Herbiers. De acordo com nota emitida pelo PSG, o lateral sofreu uma “desinserção do ligamento cruzado anterior com entorse póstero-externo”. Na prática, significa que o ligamento se soltou do fêmur, porém não se rompeu.

Tite vai convocar a Seleção Brasileira para a Copa na próxima segunda-feira (14). Daniel é titular absoluto da equipe. Sem ele, aparecem como opções os laterais Danilo (Manchester City), Fagner (Corinthians) e Rafinha (Bayern de Munique). O corintiano também está machucado e será avaliado no fim de semana.

Nascido em Juazeiro, no Norte do estado, Daniel iria para sua terceira Copa do Mundo. Foi reserva de Maicon em 2010, na África do Sul, e titular até as oitavas de final em 2014, no Brasil. Perdeu a posição para Maicon nas quartas de final, contra a Colômbia, e ficou no banco também na goleada de 7×1 para a Alemanha na semifinal.

Com a ausência de Daniel Alves, é muito improvável que algum jogador baiano esteja na Rússia. O meia Anderson Talisca, do Fenerbahçe, e o zagueiro Jemerson, do Monaco, correm por fora.

Ainda na capital francesa, o médico Rodrigo Lasmar e o coordenador da CBF Edu Gaspar vão avaliar também a recuperação de Neymar, que passou por cirurgia no pé e não atua desde fevereiro. O camisa 10, no entanto, está na reta final da recuperação, e o quadro é considerado animador.

Fonte: Correio 24h

Deixe uma resposta