Caravana da Juventude inicia atividades em colégio de Catu

Publicidade 2

Este slideshow necessita de JavaScript.

Catu, no nordeste no estado, foi a primeira cidade a receber a Caravana da Juventude, iniciativa da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS). A ação, realizada nesta quinta-feira (3), na Escola Municipal Anna Bitencourt, agregou novas atividades ao programa Mais Grafite, que em 2017 levou arte e cidadania às escolas estaduais de Salvador. Este ano, a ação vai passar por outras cidades baianas.

“A ideia era trazer algumas possibilidades de valorizar mais esse espaço [escolar], e o grafite é essa alternativa. A gente também trouxe oficinas de teatro, música e turbante, para criar um vínculo com os estudantes e estimulá-los a continuar estudando, a encerrar esse ciclo aqui e também dar continuidade aos estudos”, explicou o coordenador de Políticas para a Juventude da SJDHDS, Jabes Soares. 

Promovida em parceria com a prefeitura de Catu, a caravana também ofereceu emissão de CPF. “A gente acredita que é pela educação que temos que chegar a uma sociedade melhor. Por isso que estamos investindo maciçamente nas escolas, para que essas parcerias possam trazer um outro caminho para os estudantes”, declarou o secretário de Juventude, Esporte e Lazer de Catu, Adonay Silva.

O muro da escola ganhou um painel com as intervenções dos participantes da oficina de grafite. O estudante Leovando Prata, 17 anos, aprovou a experiência. “Achei legal, principalmente por ser no colégio, que é difícil ter essas coisas”. Já Levi Meneses, 15 anos, se surpreendeu com a oportunidade de pintar. “No começo, eu achei que eles [os instrutores] iam só mostrar como fazer. Mas, depois, eles deram a lata para a gente pintar. É uma experiência bastante agradável”. A iniciativa incluiu ainda a participação de alunos do Colégio Estadual Antônio de Deus Seixas. 

Fotos: Elói Corrêa/GOVBA

Deixe uma resposta