A luta da juventude Brasileira – Por Valmir Santos

Publicidade 2

Passados 500 anos de Brasil a luta da juventude continua viva nos corações e mentes do povo, mesmo que em períodos e realidades diferentes, sem esquecer-se da resistência da juventude indígena contra os colonizadores portugueses, a juventude negra contra a escravidão, e décadas atrás lutas importantes como petróleo é nosso na era Vargas, contra ditadura militar, diretas já, sem esquecer que derrubamos um Presidente na década de 90 no movimento popular e estudantil mais conhecido como os caras pintadas e nesse ano completa mais uma década da Revolta do Buzu em salvador 2003 que exigiu redução da tarifa e um transporte de qualidade, junho de 2013 a juventude foi mais uma vez o carro chefe e a protagonista, como sempre na luta por mudanças e exigindo mais investimentos na educação,saúde,segurança,trabalho,cultura,ciência,tecnologia e contra corrupção.

Agora o desafio maior é fazer com que a luta da juventude continue viva e que possa continuar fazendo parte das decisões políticas do País e fortalecer as organizações como: grêmios estudantis nas escolas, Diretórios Centrais dos estudantes nas universidades, sindicatos e sem deixar de defender aqueles que apoiam bandeiras históricas da juventude.

Agora é continuar nas ruas na pressão pelas mudanças e fazer com que o estatuto da juventude seja aplicado e os recursos do pré-sal seja realmente revestido em investimentos, em áreas estratégicas para o desenvolvimento do nosso país como educação e saúde e eleve a expectativa de vida dos nossos jovens.

 

Valmir Santos –Pedagogo – Pós Graduando em Coordenação Pedagógica com Ênfase em Gestão

Deixe uma resposta