Hospital Dantas Bião realiza captação de múltiplos órgãos

Publicidade 2

Nesta quinta – feira, 26, o Hospital Regional Dantas Bião (HRDB), em Alagoinhas (122 km de Salvador), realizou mais uma captação de órgãos múltiplos. O doador  teve o diagnóstico de morte encefálica confirmada e, após realização de todos os testes comprobatórios determinados pela legislação brasileira, e seguidos os requisitos do processo, que incluem a concordância da família do doador, foram captados:  coração para válvula, córneas, rins e fígado.

Uma equipe do Sistema Estadual de Transplantes, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), com o apoio de profissionais da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) realizou a captação dos órgãos doados.

A técnica de enfermagem da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) do HRDB, Priscila Salomão,   informa que o paciente com diagnóstico de morte encefálica internado em hospital é um doador em potencial e após essa confirmação, o contato e diálogo com a família é crucial.

“O principal fator que facilita esse processo de captação de órgãos é o familiar saber do interesse do paciente em ser um doador de órgãos. Apesar de ser um momento difícil para a família do doador, o ato representa vida para muitas pessoas. Agradeço a família do doador pela decisão tão nobre que foi tomada.

A direção do Hospital Dantas Bião está dando continuidade ao processo de informação e orientação nessa questão de doação, o que revela o amadurecimento de toda equipe ao processo de doação e captação de órgãos, ação esta, que tem o apoio total do Estado da Bahia.

De acordo com dados da Coordenação do Sistema Estadual de Transplantes (Coset), da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), o número de pessoas que resistem a autorizar o transplante de órgãos de parentes, na Bahia, ainda é muito alto. De cada 10 famílias baianas, apenas três autorizam o procedimento após o falecimento do parente, enquanto a fila de quem depende deste procedimento tem crescido nos últimos anos.

Ascom – IBDAH

Deixe uma resposta