“O PCdoB me traiu por 20 mil votos a Davidson Magalhães”, dispara Nilo

Publicidade 2

Foto: Divulgação

A inda em um tom de mágoa e remoendo a retirada da sua candidatura a presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Marcelo Nilo (PSB) relembrou a debanda dos partidos no legislativo em prol a campanha de Angelo Coronel (PSD) e focou no PCdoB, tido nos bastidores como a maior “apunhalada” recebida pelo ex-presidente da ALBA. 

O neossocialista afirmou em entrevista ao Se Liga Bocão da Itapoan FM nesta terça-feira (24): “O PCdoB me traiu por 20 mil votos a Davidson Magalhães”. 

Magalhães, presidente do PCdoB baiano, é deputado federal, pré-candidato a reeleição. 

Nilo também ressaltou que se tivesse se candidatado haveria ganhado a disputa para Coronel, mas o legislativo ficaria dividido, o que seria para ele um caos, e por isso recuou. 

Fonte: BNews

Deixe uma resposta