Sesau acompanha de perto surto de conjuntivite em Alagoinhas

Publicidade 2

A Secretaria Municipal da Saúde (Sesau), através do Departamento de Vigilância Sanitária (VISAU), está acompanhando de perto o surto de conjuntivite que tem afetado centenas de pessoas em Alagoinhas.

Segundo o secretário Moacir Lira, informações passadas pela VISAU dão de conta de que a situação está sob controle, e que o alerta emitido pela Secretaria Estadual da Saúde (SESAB), em 23 de março, um mês depois do carnaval, período mais crítico para a disseminação do vírus, foi difundido e a população foi alertada sobre os riscos e cuidados que devem ser adotados para evitar o contágio.

Em Alagoinhas a nossa reportagem foi a algumas clínicas de oftalmologia e constatou o grande número de pacientes com conjuntivite. Os médicos confirmaram o surto, alertando aos pacientes sobre os cuidados de higiene e o repouso para evitar a disseminação entre parentes, colegas e trabalho e escola.

Nossa reportagem também foi a cinco das principais redes de farmácias e constatou que dos sete principais medicamentos indicados no tratamento da doença, seis já estavam com estoque zerado. Os atendentes confirmaram a grande procura pelos medicamentos.

O QUE É?

A conjuntivite é uma doença que se caracteriza pela inflamação da conjuntiva, causada por agentes tóxicos, alergias, bactérias ou vírus. A conjuntiva é a membrana transparente que recobre o globo ocular e a parte interna da pálpebra. A conjuntivite viral é altamente contagiosa, freqüente no verão, e apesar de não ser grave provoca muito incômodo e alguns cuidados devem ser tomados para que não se transforme em epidemia.

Geralmente compromete os dois olhos, não necessariamente ao mesmo tempo, sendo o contagio feito pelo contato direto com a pessoa doente ou objetos contaminados. Esta contaminação ocorre com maior facilidade em ambientes fechados como escolas, creches e ônibus.

SINTOMAS

Os principais sintomas da conjuntivite são:

Olho vermelho e lacrimejante; Inchaço nas pálpebras; Intolerância à luz; Visão embaçada; Visão borrada.

A secreção da conjuntivite viral é mais esbranquiçada, em pequena quantidade e demorando aproximadamente 15 a 20 dias para desaparecer com tratamento adequado. A secreção da conjuntivite bacteriana é mais amarelada e abundante. Demorar de 5 a 7 dias para desaparecer com tratamento adequado.

TRATAMENTO

Não existe tratamento específico para conjuntivite viral. Para diminuir os sintomas e o desconforto pode-se utilizar soro fisiológico gelado e compressas sobre as pálpebras, limpar os olhos com frequência, ou ainda, usar colírios lubrificantes e lágrimas artificiais.

Algumas medidas podem ser tomadas para se evitar a propagação da conjuntivite viral:

Lave suas mãos com frequência. Não coloque as mãos nos olhos para evitar a recontaminação. Evite coçar os olhos para diminuir a irritação da área.
Lave as mãos antes e depois do uso de colírios ou pomadas.

Por Vanderley Soares

Deixe uma resposta