Quase metade das obras realizadas na ciade de Catu estão atrasadas

Publicidade 2

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um dos assuntos mais comentados na cidade de Catu, são as  reformas iniciadas e  que ainda não foram concluídas. A população do município tenta entender o motivo delas não terem sido terminadas e se questiona quando poderão vê-las concluídas.

A passarela do bairro Pioneiro, o Colégio Estadual Doutor Inocêncio Góes e a praça Duque de Caxias no centro, são referências desses questionamentos.

A reforma da praça Duque de Caxias que é uma das maiores cobranças da população, é de autoria do governo do Estado da Bahia, através da secretaria de turismo (SETUR). A reforma na praça vem de duas emendas parlamentares do deputado federal Nelson Pelegrino (PT) e da senadora Lídice da Mata (PSB).

Segundo a secretaria de turismo, o investimento na obra é de R$376 mil por meio da Caixa. A praça urbanizada na década de 50 é o endereço de importantes construções históricas como a Igreja de Nossa Senhora Santana, o prédio escolar Inocêncio Góes datado em 1927 e o prédio da Prefeitura.

A construção da passarela é um projeto da cidade que tem como objetivo facilitar a locomoção de pedestres na conhecida rotatória do bairro Pioneiro. A obra que está sendo estruturada, é conveniada também pela Caixa Econômica Federal.

Fonte: Catu Acontece

Deixe uma resposta