Olindina – Sequestradores passaram noite em mesmo quarto de motel com vítima

Publicidade 2
Adenilson e Rodrigo participaram do sequestro
(Foto: Milena Teixeira/CORREIO)

Dois homens acusados de sequestrar uma adolescente de 14 anos foram presos nesta terça-feira (27). O motorista de transporte escolar Adenilson Sena de Carvalho, 43 anos, e o autonomo Rodrigo Dantas Rodrigues, 20, foram detidos no município Antônio Cardoso, dentro do cativeiro com a vítima. De acordo com a Polícia Civil, eles agiram com mais três comparsas, ainda não identificados. 

Segundo o delegado responsável pelo caso, Cleandro Pimenta, da Coordenação de Sequestro e Extorsão, do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), a garota é filha de um empresário da cidade de Olindina, que fica a 139 quilômetros de Salvador. Ela foi levada pelo grupo, na última segunda-feira (26), por volta das 12h30, quando estava esperando o ônibus para ir para escola. “Uma funcionária da casa viu o grupo levando a menina e, em seguida, avisou aos pais”, explicou o delegado.

Conforme o coronel Ricardo Matos, assim que a Polícia soube do sequestro através dos pais, os policiais alcançaram o carro dos assaltantes e houve uma perseguição. “Guarnições das companhias de Policiamento Especializado Litoral Norte (Cipe/Litoral) e Independente da Polícia Militar (6ª CIPM/Rio Real) perseguiram o grupo por uma hora até a cidade de Inhambupe, onde eles acabaram entrando num matagal e perdemos o contato visual”, explicou.

Ao chegar na zona rural de Inhambupe, o veículo utilizado pelos criminosos ficou preso na lama e eles precisaram pedir ajuda a um comparsa, que levou outro carro. “A perseguição mudou a rota dos sequestradores, que acabaram passando a noite, juntos com a vítima, em um motel na cidade de Feira de Santana. No dia seguinte o roteiro voltou a ser percorrido pela quadrilha, que levou a jovem para o cativeiro”, completou o coronel.

Tarefas divididas
Segundo o delegado, Adenilson é dono do imóvel onde a adolescente foi mantida em cárcere e foi o primeiro a ser identificado e preso. “Ele trabalha levando crianças para escola, por isso, o monitoramos até que estivesse sozinho, já a caminho do cativeiro, para prendê-lo”, explicou o delegado.

Em sua defesa, o acusado disse que só colocou a menina dentro da casa porque Val, apontado como líder do grupo, teria pedido para ele “ficar com uma pessoa durante uns dias”. “Quem falou comigo foi Val. Eu não sabia que era um sequestro. Só percebi depois”, contou. 

Já Rodrigo foi preso justamente quando estava no carcére junto com a menina. Ele percebeu a chegada da polícia e, por conta disso, rendeu a garota na porta do imóvel e manteve um revólver, calibre 38, apontado para a cabeça dela durante os 45 minutos de negociações realizadas pela equipe do Draco. “Ele exigiu a presença da imprensa e de advogados. Acabamos convencendo ele a se render apenas com um advogado encaminhado pela prefeitura local”, contou Pimenta.

A adolescente, que não sofreu agressões físicas, já está com a família. Os criminosos foram autuados em flagrante por extorsão mediante sequestro. Adenilson já possui passagens na Polícia Federal por transporte ilegal de carne, enquanto Rodrigo responde por porte ilegal de arma de fogo, mesmo crime pelo qual ele também foi autuado desta vez, já que o revólver utilizado por ele foi apreendido.

A dupla será encaminhada para o sistema prisional. As investigações continuam para identificar e prender mais três pessoas envolvidas no sequestro.

Fonte: Correio 24h

Deixe uma resposta