Maioria no STF decide por análise do pedido de Lula contra prisão

Publicidade 2
Reprodução

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu pela análise do pedido do ex-presdeinte Lula (PT) contra prisão. O placar está em 7 a 3 a favor do julgamebto do habeas corpus.

O relator do processo, Edson Fachin, foi contra a análise. Seu relatório foi acompanhado pelos ministros Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes. 

Lula foi condenado em janeiro pela segunda instância da Justiça Federal a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no processo sobre o tríplex de Guarujá (SP). Os últimos recursos da defesa do petista no TRF-4 (Tribunal Regional da 4ª Região) deverão ser julgados na próxima segunda (26). Em tese, depois disso sua prisão poderá ser decretada.

Sua defesa pediu ao STF um habeas corpus preventivo para evitar a possibilidade de prisão antes de analisados os recursos nos tribunais de Brasília. O ministro Fachin já negou o pedido liminarmente (decisão provisória), e decidiu enviar o caso para o plenário julgar o mérito.

Com BNews

Deixe uma resposta