Dor e emoção marcam enterro de família morta em tragédia em Pituaçu

Publicidade 2
Roberto Viana / BNews

Amigos e parentes da família morta após o desabamento de um prédio em Pituaçu, em Salvador, deram seu último adeus na tarde desta quarta-feira (14). A despedida foi marcada por muita dor e emoção. Os corpos de Rosemary Pereira, de 34 anos, Alan Pereira, 31, Robert, 11, e do pequeno Artur foram sepultados no Cemitério Municipal de Salvador.

Colegas e professores de Robert também compareceram ao enterro e se mostraram muito emocionados. Familiares passaram mal e tiveram que ser socorridos pelos amigos. A amiga de infância da família falou com o BNews sobre as pessoas alegres que eles eram, incluindo as crianças. “Eram um amor de pessoas, muito alegres, felizes, brincavam com todo mundo. Pra você ter uma ideia, só dá comunidade vieram cinco ônibus, fora os carros”, relatou a jovem.

Vange Santos, amiga de Allan, também prestou o último adeus. Ela explicou que conhecia toda a família, mas tinha mais contato com o rapaz, já que ele trabalhava em frente a sua casa. “Ótimo pessoa, trabalhava em frente da minha casa, super educado. O menino estudava junto com o meu é o pequeno ficava na creche junto com meu sobrinho”, contou a mulher.

Os amigos contaram que tinha apenas quatro meses que a família tinha terminado a construção e se mudado para o prédio.

 

Fonte: BNews

Deixe uma resposta