Possível reajuste do IPTU, marca sessão na Câmara Municipal de Alagoinhas

Publicidade 2
Foto – Kekeu Barreto

Entre a pauta da sessão realizada na última terça-feira (06), constaram três proposições, a seguir: de autoria do vereador Luciano Almeida foram lidos um requerimento solicitando a realização de audiência pública para discutir os desafios e as potencialidades do processo de inclusão educacional e social de crianças e adolescentes com Síndrome de Down, e uma indicação para que o poder executivo autorize a liberação de uma ambulância para atendimento exclusivo dos moradores das comunidades da Calú, Estevão, Saco da Lagoa, Vila São João, Papagaio, Quiricó, Quiricozinho e Milagres.

De autoria do vereador João Henrique, foi lida uma indicação para ser encaminhada ao poder executivo, solicitando que este autorize a criação de uma equipe permanente de fiscalização das agências bancárias e casas lotéricas para o cumprimento da Lei Municipal nº 1791/2006. 
O Sr. Benedito Vieira, presidente do SICOMÉRCIO de Alagoinhas, utilizou a tribuna popular para manifestar-se contra o projeto de lei complementar nº 018/2017, de autoria do Poder Executivo, que altera e acrescenta dispositivos da lei complementar 005/2001 que dispõe sobre a planta genérica de valores para efeito de lançamento do imposto sobre a propriedade predial e territorial urbana – IPTU. “Eu estou aqui como cidadão e como liderança empresarial. Como cidadão, indignado! Porque a gente elege um prefeito é para a gente ajudar nos problemas da nossa cidade.”
O vereador José Cleto falou sobre uma manifestação que aconteceu em frente à empresa Heineken, cujo intuito foi chamar a atenção da direção da cervejaria para que esta cobre das empresas terceirizadas oportunidades para trabalhadores locais, e ressaltou: “Foi importante essa paralisação e todas quantas tiverem e que nós tivermos a oportunidade de estar para apoiar os trabalhadores de Alagoinhas, sem problema nenhum, estaremos lá!”.
A vereadora Raimunda Florêncio falou, entre outros assuntos, da situação das mulheres do município de Alagoinhas no que se refere à área da saúde: “Nós não temos na cidade, além de não termos um mastologista, não temos um cardiologista pelo município. Precisamos. Aí eu volto e digo: festejar o dia da mulher?”. 
O vereador Luciano Sérgio discorreu sobre o trabalho desenvolvido pela Casa de Passagem Belém, destacando a presença no plenário de alguns representantes da entidade: “Quero dar esse destaque porque a Bahia tem 417 municípios, todo mundo fica ofendido, chateado e aborrecido com a questão das drogas, mas só tem uma instituição no estado da Bahia que trabalha com crianças e adolescentes usuários de substâncias psicoativas, as drogas, e essa instituição está em Alagoinhas com dificuldade de alimentação para esses internos. O custo em média do ano de alimentação da Casa de Passagem Belém é 48 mil reais…..”
Ao final, o presidente da Casa Legislativa convocou os vereadores e convidou a população para a Sessão Solene em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, que será realizada no dia 08 de março no horário regimental, às 15h.
Ascom – Câmara Municipal de Alagoinhas

Deixe uma resposta