TRE-BA absolve Neto de acusação sobre caixa 2

Publicidade 2
Foto: Divulgação

A juíza do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), Patrícia Kertzman Szporer, arquivou a acusação contra o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), por supostamente receber caixa 2(dinheiro não contabilizado) da construtora Odebrecht na campanha de 2012, no valor de R$ 1,8 milhão. Na prática, a decisão da magistrada, que foi proferida na última segunda-feira (5) e divulgada nesta quarta-feira (7), absolve o gestor municipal sobre o caso.

A empreiteira baiana teria, ainda, doado mais R$ 400 mil para o democrata soteropolitano, mas de forma lícita. A investigação contra ACM Neto teve início após delação dos executivos da Odebrecht, André Vital Pessoa de Melo e Benedicto Barbosa da Silva Júnior. Segundo eles, o dinheiro teria sido repassado por meio de Lucas Cardoso, que, segundo o prefeito, é seu “amigo”.

A transferência dos valores teria ocorrido na sede da construtora, na capital baiana, em quatro parcelas, entre os meses de julho e outubro de 2012. A juíza, com base no parecer da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), entendeu, porém, que os depoimentos dos colaboradores não foram confirmados “por quaisquer outros elementos de prova, quer seja de caráter material ou testemunhal”.  Neste sentido, decidiu inocentar ACM Neto.

Fonte: bahia.ba

Deixe uma resposta