Morando de favor, beneficiária reclama da demora na entrega do Residencial Linha Verde em Alagoinhas

Publicidade 2

Famílias beneficiadas pelo programa Minha Casa Minha Vida, que aguardam por uma casa própria no Residencial Linha Verde ainda enxergam o sonho de sair do aluguel cada vez mais distante. Com prazos de entrega adiados, segundo beneficiários, a obra da Caixa Econômica Federal, “segue pronta, porém sem uma data de entrega”, situação que provoca revolta em quem espera pela casa.

Uma beneficiária, de 33 anos, que preferiu não se identificar, diz que o último prazo firmado presencialmente pela Caixa para entregar as casas seria o final do mês de Fevereiro, mas em contato com a Caixa, ela afirma que a nova previsão de entrega é até a 1° quinzena do mês de Abril/2018.

Ainda segundo a beneficiária, as casas estão prontas há meses, tomadas por matos e sujeira. “Isso que indigna a gente. Eles estão prontos. Ai quando passamos por lá só vemos vandalismo e casas tomadas por mato”, alega.

Há quatro anos morando de aluguel ao fundo da casa da sogra, com dois filhos pequenos a beneficiária conta que diariamente é um constrangimento e que a mantém a esperança de ter sua própria casa. “Eu separei do meu marido e mesmo assim eu contínuo dependendo da mãe dele. Há um ano e meio estou com esperanças de conseguir minha casa, porque constantemente ela cobra para eu sair. Eu não sei para que eles entram em contato com a gente, só para alimentar a expectativa”, aponta.

Em contato com a Caixa Econômica Federal o Portal Se Liga Alagoinhas foi informado que as obras estão concluídas e que está em processo de avaliação dos dossiês dos contemplados. O banco informou que o empreendimento será entregue atendendo todas as especificações do Programa Minha Casa Minha Vida, limpos e sem vandalismo.

Redação Se Liga Alagoinhas

Deixe uma resposta