Vereador José Cleto nega interferência negativa do chefe de gabinete Raimundo Queiroz nas contratações da Heineken

Publicidade 2

Recebidos pelos dirigentes da Heineken e por empresas prestadoras de serviços da cervejaria, os representantes da Associação dos Desempregados de Alagoinhas e o vereador José Cleto tiveram a garantia de que serão geradas vagas para trabalhadores locais.

A garantia foi confirmada em audiência realizada após uma paralisação promovida pelos desempregados à BR 101, que fizeram um piquete desde às 6h:30m da manhã de hoje (6), chamando a atenção para o estado de desemprego e a falta de oportunidade na cervejaria.

Um dos manifestantes usou dos microfones de um carro de som e destilou palavras de baixo calão contra o prefeito Joaquim Neto e o secretário de Governo, Raimundo Queiroz, de que ele indica trabalhadores de outros municípios.

O vereador José Cleto deixou o evento e disse que estava ganhando um caminho indesejado, pois estavam acusando as autoridades municipais que nada têm a ver com a situação de emprego na fábrica.

Cleto informou ao Jornal Gazeta dos Municípios que o SIM – Sistema de Intermediação de Mão-de-obra da prefeitura tem tido um papel fundamental na ligação entre os trabalhadores de Alagoinhas e as empresas locais, sendo desnecessário arroubos e agressões verbais.

Porém, a Associação dos Desempregados enviou um vídeo à imprensa feito na manhã de hoje com cerca de 40 trabalhadores de fora chegando em um ônibus, com malas e tudo o mais, tendo acesso à fábrica, provavelmente já contratados.

A manifestação continuou até o final da manhã, mas sem nenhum encaminhamento prático sobre a contratação de trabalhadores de Alagoinhas por parte da fábrica, apenas a garantia de que seriam selecionados através do Sim.

 

Por Vanderley Soares

Deixe uma resposta