DEM começa a discutir saída do governo Temer após convenção

Publicidade 2
Foto: Mariana Di Pietro/ Democratas

A cúpula do DEM vai começar a discutir o desembarque do governo do presidente Michel Temer (MDB) após a convenção partidária, marcada para o dia 8 de março, segundo o colunista Bruno Boghossian, do jornal Folha de S. Paulo.

Na ocasião, a sigla lançará o chefe da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, como pré-candidato à Presidência, em um caminho que deve ser traçado a partir do distanciamento gradual em relação ao Palácio do Planalto.

O ponto emblemático dessa estratégia será a saída de Mendonça Filho do Ministério da Educação para disputar as eleições. A disposição do partido é não fazer nenhuma indicação política para substituí-lo no posto.

Perguntado pelo bahia.ba se de fato o DEM não indicaria substituto, o prefeito de Salvador, ACM Neto, que deve assumir a presidência nacional da legenda no dia da convenção, se esquivou.

O que os caciques do DEM estão convencidos de que Maia só será viável, como candidato a presidente, se estiver desvinculado do patrocínio do governo.

Fonte: bahia.ba

Deixe uma resposta