Para garantir apoio a Neto, Bruno Reis mira partidos aliados de Rui

Publicidade 2

Para garantir apoio de mais partidos à eventual candidatura do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), ao governo da Bahia, o vice-prefeito da capital baiana, Bruno Reis (MDB), tem mirado sua articulação em siglas hoje aliadas ao governador Rui Costa (PT).

Segundo apurou o bahia.ba, o emedebista negocia sua filiação ao PR ou ao PP na tentativa de atrair essas agremiações para o grupo do democrata. Aliados de Neto garantem que o PR está quase fechado com o Palácio Thomé de Souza.

Espera-se tão somente que o deputado federal Ronaldo Carletto deixe o PP, se filia ao PR, e o partido migre para a base de ACM Neto. Neste cenário, o parlamentar integraria a chapa como candidato ao Senado.

A luta hoje do grupo do prefeito é para agregar o Partido Progressista. Essa é a razão pela qual o emedebista tem mais chance de se filiar a legenda, caso de fato vá para o lado de Neto. Segundo a coluna Satélite, do jornal Correio, o prefeito de Salvador teria até condicionado sua candidatura à vinda do partido para seu grupo.

Com Bruno Reis no PP, o partido iria administrar a maior cidade da Bahia e o quarto maior colégio eleitoral do país. Nos bastidores, o vice-prefeito, no entanto, não descarta também a possibilidade de ir para o Democratas para que a agremiação continue a administrar uma capital. Salvador é a única capital gerida pelo DEM.

Se a candidatura de Neto não vingar, neste caso, o vice-prefeito tende a permanecer no MDB, apesar do desgaste da sigla provocado pelos escândalos que envolvem a família Vieira Lima.

Deixe uma resposta