Hemoba intensifica captação de doadores de sangue para Carnaval

Publicidade 2
Hemoba convoca população para doar sangue – Foto: Camila Souza/GOVBA

O número de pessoas recebendo transfusão de sangue é maior durante o Carnaval, especialmente em regiões como a Bahia, que atraem turistas do mundo inteiro. Na contramão da necessidade, durante a folia, historicamente, o número de doações tem uma queda de 30%. Para atender a demanda, somente na sede da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), em Salvador, é preciso que haja cerca de 250 doações diárias, mas as bolsas coletadas não chegam a 150. Com o objetivo de reverter ou amenizar esse quadro, a Hemoba realiza a campanha ‘Pro Carnaval ser só alegria, só com muita solidariedade’. 

Para doar sangue, é necessário estar em boa condição de saúde, pesar acima de 50 quilos e ter entre 16 e 69 anos – os menores de 18 devem estar acompanhados dos pais ou um responsável legal. Também é preciso estar bem alimento, tendo ingerido, de preferência, alimentos sem gordura. O doador ainda deve apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.  

A auxiliar financeira Patrícia Soares está dentro do perfil das pessoas que podem ser doadoras . “Eu faço doação há mais de dez anos. Nunca precisei, mas conheço muita gente que já precisou. Sei que hoje em dia os bancos estão bem baixos e a gente procura, inclusive, outras pessoas para virem doar também. Doar sangue é doar vida”. 

Felipe dos Santos tem 11 anos e é portador de anemia falciforme. Ele recebeu uma bolsa de sangue nesta sexta-feira (2), no hemocentro coordenador. “O importante disso tudo é porque se a pessoa doar, ela vai ajudar quem precisa desse tratamento. Eu venho todo mês receber sangue. Eu já tive um AVC e se eu não fizer a transfusão, posso ficar paralisado”, afirma o garoto. 

A mãe dele, Dulcineia dos Santos, conta que Felipe convive com a possibilidade de não encontrar sangue para a transfusão. “Nós viemos no início dessa semana e não encontramos. Voltamos ontem e não havia o tipo de sangue que ele precisa. Hoje estamos aqui novamente”. A unidade realiza cerca de 400 transfusões mensais, atendendo todo o estado.

Sabadão Solidário

O coordenador técnico de coleta da Hemoba, Marcelo Matos, convida os doadores para participarem, neste sábado (3), da ação Sabadão Solidário. “Vamos trabalhar das 7h30 às 18h30 para atender os trabalhadores que não podem vir durante a semana. A partir de segunda-feira [5], trabalharemos normalmente em todas as  unidades. Quem puder doar, aproveite este momento antes da folia. Se não der tempo de doar antes de viajar, procure no interior, pois com certeza há uma unidade de doação próximo de onde você está. Basta procurar no site da Hemoba”. 

Onde doar

A rede da Hemoba é comporta por 21 unidades no interior do estado e oito em Salvador. Matos destaca que a doação não oferece risco de transmissão de doenças ou dor e que todo o material utilizado no procedimento é descartável. Segundo ele, uma única bolsa pode salvar até quatro vidas, “já que o sangue é dividido em quatro hemocomponentes”.

Em Salvador, os candidatos podem procurar as seguintes unidades:

• Hemocentro coordenador, localizado na Ladeira do HGE – de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30, e aos sábados, das 7h30 às 12h30;
• Hospital do Subúrbio – de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h e das 13h às 16h30;
• Hospital Santo Antônio – Obras Sociais Irmã Dulce (Osid) – de segunda a sexta-feira, das 7h10 às 11h30 e das 13h às 16h;
• SAC Cajazeiras – de segunda a sexta-feira, das 7h às 15h;
• Hemóveis – Salvador Shopping e Salvador Norte Shopping, das 8h às 17h. 

No interior do estado:

• Eunápolis; Alagoinhas; Hospital do Oeste – Barreiras; Brumado; Camaçari; Feira de Santana; Guanambi; Irecê; Itaberaba; Itapetinga; Jacobina; Jequié; Juazeiro; Paulo Afonso; Ribeira do Pombal; Santo Antonio de Jesus; Seabra; Senhor do Bonfim; Teixeira de Freitas; Vitória da Conquista e Valença.

Com BNews

Deixe uma resposta