Prefeitura faz intervenções em estradas das zonas rurais para recuperação de vias

Publicidade 2

AA Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Agricultura (SEMAG) tem investido na recuperação de estradas rurais do município. Além dos trechos finalizados de obras da Fazenda Vitória até Buracica, a gestão atual iniciou a reforma das vias de Boa União, contemplando as localidades de Rio Seco e Guabiraba.

Só nesta região, a previsão é de que 7km sejam completamente recuperados até o início de fevereiro. De acordo com representantes da Secretaria, os equipamentos estão trabalhando para depositar brita na parte da ladeira e efetivar o melhoramento das vias.

As obras, entretanto, não são pontuais. Na região do Ponto do Beiju, a SEMAG vai iniciar a recuperação das vias Baixão e Olhos D’Água a partir de amanhã (25). A reforma deve durar cerca de 20 dias para o patrolamento, depósito do solo de brita e a instalação de pontos de escoamento das águas.

Na localidade do Rio Branco, a SEMAG, em parceria com a COPENER, deve começar as intervenções para recuperação das estradas com patrol e carro pipa na segunda-feira (29). Para a obra que será realizada na região, a União das Associações Comunitárias de Alagoinhas (UARA) conseguiu, junto à Ferbasa, a doação de britas que serão utilizadas no processo. A Prefeitura vai fornecer transportes e equipamentos para viabilizar a obra, que deve trabalhar também com cascalhos doados para a recuperação do trecho.

“Como as estradas mais demoradas já estão sendo recuperadas, acreditamos que, em meados de maio, concluiremos o atendimento a todas essas estradas que estão necessitando de serviços”, garantiu o Secretário de Agricultura, Geraldo Almeida.

Em Alagoinhas, o levantamento do censo de 2010 apontava uma população residente rural de 17.907 pessoas, e a SEMAG tem priorizado fortalecer a recuperação de vias que dão acesso a essas comunidades e associações para dar escoamento e incentivo à produção agrícola local.

“Estamos realizando um trabalho de atendimento às estradas como há muito tempo não se vê em Alagoinhas”, destacou o Secretário.

Fonte: Secom – PMA

Deixe uma resposta