Após 25 anos de sofrimento em Alagoinhas IV teremos uma obra de verdade

Publicidade 2

Foram duas décadas e meia de perdas, lágrimas e sofrimento para os moradores da Avenida Rio Branco e ruas do entorno de uma das principais vias que cortam a cidade de Alagoinhas. “São 25 anos sem atenção, eu cresci aqui sem acesso a um esgoto digno e convivi com a poeira do chão que nunca viu asfalto. Perdi minha casa por causa da chuva que alaga tudo por aqui, só agora estou conseguindo me reerguer. Fico feliz que o prefeito Joaquim Neto tenha nos enxergado e esteja trabalhando por nós”, desabafa Laís Silva, moradora da região.

A Avenida Rio Branco faz ligação direta entre a BR e o Centro da cidade, sendo uma via extremamente importante para a mobilidade urbana, conectando Alagoinhas Velha à parte central do município. “O que estamos começando aqui em Alagoinhas IV é algo histórico, porque vamos fazer no nosso segundo ano de gestão o que não foi feito em seis gestões que nos antecederam. Além da qualidade de vida que a obra trará para as pessoas, vamos melhorar a mobilidade e solucionar um problema crônico que é o da região da Cavada”, afirma Joaquim Neto.

Com os trabalhos já em andamento, a Secretaria Municipal de Infraestrutura realizará intervenções por toda extensão da Avenida, com obras de drenagem, recapeamento asfáltico e requalificação de passeios das áreas da Baixada, Alagoinhas IV, 8 de Dezembro (já em fase final), Cavada e Inocoop I.  Em fase de licitação e projeto está a obra de macrodrenagem da Cavada, “esse será um grande desafio para nós; solucionar o problema de enchentes e alagamentos naquela região. A população tem sofrido e não podemos e não vamos fechar os olhos para estas pessoas. O projeto e licitação estão em andamento e logo mais os moradores da Cavada não vão mais ficar apreensivos ou com medo nos períodos chuvosos”, garante André Carvalho, secretário municipal de infraestrutura.

Os recursos para realização deste conjunto de obras é oriundo da CAF e do Tesouro Municipal, além da Avenida Rio Branco, mais 12 ruas serão contempladas.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta