Demora na entrega do Minha Casa Minha Vida causa revolta na população – Protesto está sendo organizado

Publicidade 2
Reunião SEMAS – Empreendimento Linha Verde | Fotos: Ana Maria Simono.

 

A demora na entrega das casas do Programa “Minha casa, minha vida” (MCMV) causa revolta na população. O empreendimento localizados em Alagoinhas no bairro de Alagoinhas, já esta pronto e deveriam terem sido entregues há mais de um ano. “Não aguentamos mais tantas datas e promessas quanto a entrega dos imóveis do minha casa, minha vida. Sem nenhuma explicação, as datas vêm sendo não cumpridas, e com isto cria-se expectativas e frustrações a cada data e a cada novo pagamento de aluguel”, contou um dos pré contemplados, que está inscrita no programa desde 2010.

Segundo ela, uma manifestação está sendo organizada. “Pré contemplados estão organizando um protesto por sentirem-se desrespeitados pela demora na entrega dos imóveis do programa MCMV. Estamos nos organizando para nesta segunda-feira (15), realizar um protesto em frente a agência da Caixa Econômica Federal contra todo este desrespeito”, informou.

Outra mãe que também está inscrita no programa desde de 2009, mostrou seu descontentamento com a demora. “Sou mãe solteira, recebo um salário mínimo e pago 450,00 de aluguel. Essas casas não sai? Porque tanta data não cumprida? Somos seres humanos e não cachorros para nos deixarem sem explicações”, desabafou.

No último Sábado (13), Profissionais da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) participaram, representando a Prefeitura, de uma reunião com beneficiários do Empreendimento Linha Verde Calu, do Programa Minha Casa, Minha Vida.

A SEMAS comunicou aos contemplados que toda a parte cadastral e de documentação que cabia à Secretaria já foi realizada e que tem cobrado, junto à Caixa Econômica, um retorno com relação à análise de dossiês.

Representantes da Secretaria destacaram que, por entender a ansiedade e a necessidade dos moradores contemplados pelo Programa, a Prefeitura tem intensificado a cobrança junto ao banco para que possa avançar no processo. A SEMAS também enfatizou que todos os assuntos discutidos na segunda-feira serão repassados imediatamente para o conhecimento dos contemplados pelo empreendimento.

O programa “Minha Casa, Minha Vida” tem 500 novas casas para serem entregues em Alagoinhas. Eles estão localizados no Residencial Linha Verde na comunidade da Calu no bairro de Alagoinhas Velha.

As unidades habitacionais feitas em Alagoinhas são divididas em dois quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes. Além disso, atendendo às exigências de qualidade do programa, os empreendimentos vêm equipados com infraestrutura completa: pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem e energia elétrica.

Redação

Deixe uma resposta