Prefeitos baianos recebem orientação do MEC sobre verbas da educação

Publicidade 2
Prefeitos baianos recebem orientação do MEC
Prefeitos baianos recebem orientação do MEC | Foto: Marina Silva/CORREIO

Prefeitos e secretários municipais de educação do interior do estado participaram de um encontro com o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Silvio Pinheiro, no auditório do Fiesta Bahia Hotel, no Itaigara, em Salvador. 

O encontro fez parte da programação do FNDE em Ação, evento que reúne até esta terça (19) os administradores baianos que, durante esse período, vão receber capacitação da equipe técnica da FNDE – órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC) – para a execução dos programas do governo voltados para a educação, como Alimentação Escolar (Pnae), Programa Nacional de Saúde do Escolar, Biblioteca na Escola, Dinheiro Direto na Escola, Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), Programa Brasil Alfabetizado, Banda Larga nas Escolas, Caminho da Escola, Um Computador por Aluno, Proinfância e Transporte Escolar.

Até lá, os gestores também vão poder ter consultorias individuais para resolver possíveis pendências na execução dos programas. Durante o encontro, Pinheiro adiantou que cerca de R$ 20 milhões serão destinados para a construção de 10 creches e uma escola em cidades do interior baiano. Três delas vão ser construídas em Alagoinhas, no Nordeste do estado.

O prefeito de Alagoinhas, Joaquim Neto (DEM), recebeu das mãos de Pinheiro a ordem de construção. As creches, segundo o prefeito, já eram um pedido recorrente da população. Para a construção das unidades de ensino serão destinados cerca de R$ 7 milhões. “Realizamos uma pesquisa qualitativa e descobrimos que existia essa lacuna; os pais de família pediam a construção das creches e, agora, vamos poder construí-las”, comentou Joaquim. 

Outras unidades vão ser construídas em Feira de Santana, no Centro Norte, e em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. Em Feira, de acordo com o prefeito José Ronaldo (DEM), três novas creches devem ser entregues no início do próximo ano. Todas foram construídas com 100% de investimento do FNDE. “Os investimentos para a construção de outras escolas e creches também são do próprio município. Feira de Santana nunca investiu menos que 27% na educação”, declarou José Ronaldo. 

Para Silvio Pinheiro, que é ex-secretário municipal de Urbanismo de Salvador, o encontro aproxima os gestores do FNDE, estreitando os laços e melhorando, consequentemente, os programas oferecidos pela autarquia federal vinculada ao MEC. Durante este ano, o evento prestou mais de 2 mil atendimentos individualizados em 14 estados.

“Demonstra o compromisso dos prefeitos com a pauta da educação, mas também demonstra a necessidade de estar mais próximo dos municípios, diminuindo, encurtando distâncias”, comentou Pinheiro. 

Creches na capital
Este ano, em Salvador, foi assinado um termo de compromisso para repasse de R$ 44 milhões, a serem destinados para a construção de nove creches na cidade. O município, de acordo com Bruno Barral, titular da Secretaria Municipal de Educação (Smed), tem 60% da rede de ensino reformada ou construída do zero. 

“É fundamental para que a gente alavanque os investimentos na educação, considerando, efetivamente, como um patrimônio estratégico da nossa gestão. Não é simplesmente ofertar vaga para o aluno, mas sim dar condições que ele desenvolva toda a capacidade atráves dos diversos programas que temos em parceria com o FNDE”, pontuou o secretário. 

O prefeito ACM Neto, que também esteve no evento, comentou a atuação do seu ex-secretário à frente do FNDE. “Silvio tem um compromisso com toda a Bahia. Ele tem procurado atender às demandas de todos os prefeitos, o que é motivo de orgulho e prestígio para nós baianos. O FNDE é um órgão muito importante não só pela força do seu orçamento, mas pelo que eles fazem pela educação”, comentou o prefeito. Com Informações do Correio da Bahia

Deixe uma resposta