Alagoinhas é a primeira cidade do interior baiano a receber no palco a cantora Virgínia Rodrigues

Publicidade 2
Alagoinhas é a primeira cidade do interior baiano a receber no palco a cantora Virgínia Rodrigues
Alagoinhas é a primeira cidade do interior baiano a receber no palco a cantora Virgínia Rodrigues

Internacionalmente conhecida e reverenciada por grandes nomes da música popular brasileira, a cantora Virgínia Rodrigues se uniu com às Ganhadeiras de Itapuã para fazer um show inédito no interior da Bahia. Elas já haviam subido ao palco juntas para uma apresentação da Caixa Cultural, em Salvador, mas essa foi a primeira vez que a performance chegou a uma cidade do interior baiano. “Pra ser sincera, o único interior do Brasil em que já cantei foi interior de São Paulo e interior de BH, uma vez. Eu fiz uma vez uma coisa fechada, que não considero show, porque era uma coisa fechada de agronomia, em Cruz das Almas, 20 minutos. Então show da cidade da Bahia, no interior, é a primeira vez”, afirmou a dona da voz considerada, pelo ex-presidente americano Bill Clinton, a “melhor do mundo”.

Virgínia Rodrigues, que nasceu em uma comunidade de Salvador, ganhou o mundo com a voz inconfundível e é muito elogiada pela crítica internacional. O The New York Times classificou a voz da cantora como “celestial”, e a apresentação de domingo (17), em que cantou músicas consagradas, como Massemba, de Roberto Mendes, fez parte da 1ª Virada Cultural de Alagoinhas, que promoveu a valorização da cultura através de atividades artísticas, brincadeiras lúdicas para crianças e atrações musicais. Foram mais de 24h de evento com uma programação eclética nunca antes realizada na cidade.

Quem idealizou o cronograma de atividades foi a vice-prefeita Iraci Gama, que foi parabenizada por Joaquim Neto. “Estou muito feliz com esse saldo positivo desse final de ano. Fico muito feliz por estar devolvendo a Alagoinhas a alegria, porque domingo não é só dia de você sentar na mesa de bar e ficar tomando uma cerveja. Domingo é também dia de eventos desportivos e culturais, e é isso que nós estamos fazendo”, afirmou o prefeito.

Virgínia Rodrigues e as Ganhadeiras de Itapuã se apresentaram após uma série de atrações locais, que incluíam rodas de samba das comunidades rurais e quilombolas. A intenção da Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo (SECET), era justamente promover essa mescla entre o local e o global para cantar a riqueza da identidade cultural que deve ser preservada e ficar na memória da cidade de Alagoinhas.
Com o encerramento das atividades deste final de semana, a Prefeitura volta a receber as Janelas Cantantes, com corais que se apresentam do dia1 18 a 20 de dezembro, a partir das 18h30.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta