Prefeito de Pedrão encontrou município inadimplente e endividado

Publicidade 2
Prefeito de Pedrão encontrou município inadimplente e endividado
Prefeito de Pedrão encontrou município inadimplente e endividado

A administração da cidade de Pedrão teve um ano de 2017 voltado para a resolução de graves problemas encontrados, sobrando poucos recursos para a melhoria na sua infraestrutura, aparelhamento da máquina e melhoria da qualidade de vida da população.

Mesmo assim, o prefeito Shostenes Campos conseguiu melhorias importantes na infraestrutura, especialmente na reforma das escolas, estradas vicinais e postos de saúde, Classificada na posição 409º pelo IBGE entre os 417 municípios da Bahia, em estatísticas divulgadas na última sexta-feira, 15, o município de Pedrão foi encontrado pelo atual prefeito Sosthenes Campos completamente sucateado, endividado e com problemas administrativos e financeiros gravíssimos, bem como inadimplente em todas as estâncias.

Segundo o prefeito Sosthenes, a administração teve que usar de muito jogo de cintura para adequar a arrecadação com os pagamentos devidos e a manutenção da máquina. O quadro de inadimplência do município de Pedrão foi o grande impeditivo para a concretização de convênios com os governos Estadual e Federal.

O prefeito encontrou quatro pendências no Simec – Sistema de Monitoramento da Educação, oito pendências no Sicon, Sistema de Convênios do Governo do Estado e 13 pendências no CAUC – Cadastro Único de Convênios da União.
“Destas 25 inadimplências encontradas só resta uma no CAUC que está em tramitação. Refere-se a uma creche inacabada feita por gestões passadas que não executaram a obra e nem prestaram contas”, disse o prefeito Sosthenes.

“Além disso, nossa gestão encontrou o município com inúmeras obras inacabadas e convênios sem prestar contas, sem falar das 18 escolas existentes que encontramos em situação lastimável”, pontuou o prefeito.

O desafio era deixar a cidade adimplente e efetivar convênios. Nesse período de 2017 a administração Regularizou os convênios, reformou dez escolas, adquiriu mobiliário novo para toda rede de ensino, pagou efetivamente em dias e tem um novo cenário, que só será registrado quando o PIB do IBGE de 2017 for divulgado.

“Estamos cumprindo todas as determinações do TCM, índices de investimento e índice de pessoal. Nesse primeiro ano de gestão, arrumamos a casa e estamos tentando devolver a saúde financeira do município. Estamos em execução com obras de grande valor para nossa cidade, a exemplo da secretaria de educação, da UBS e de duas quadras cobertas. Adquirimos ambulância nova, recuperamos a frota dos ônibus escolares, reformamos diversos prédios públicos e estamos apostando em dias melhores”, disse o prefeito Sosthenes Campos. Com informações do Gazeta dos Municípios 

Deixe uma resposta