Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele
Destaque Notícias de Alagoinhas Últimas notícias

SESAU participa da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele

Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele
Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele

A Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) participa de mais uma edição da Campanha Nacional de Prevenção e Combate ao Câncer de Pele. Neste sábado (2), a SESAU disponibilizou profissionais para realizar atendimentos gratuitos e alertar a comunidade quanto aos cuidados com a exposição prolongada ao sol.

“Essa é uma ação conjunta entre a Prefeitura, a SESAU e a Sociedade Brasileira de Dermatologia. O intuito é fazer uma busca ativa na população, orientar sobre os cuidados, principalmente com a chegada do verão, e diminuir o índice de câncer de pele no município”, explicou Camila Vila Flor, coordenadora geral da Policlínica, onde foi realizada a atividade.

Segundo a dermatologista Margareth de Santana Maciel, que atende na Unidade, os casos não são incomuns em Alagoinhas. “É frequente, principalmente entre a população da zona rural, que tomou sol ao longo da vida toda. O que salva é o tom de pele da população”, afirmou.

Pra quem não sabe, o câncer de pele é a proliferação incontrolável de células cutâneas consideradas “anormais”, mas menos de 10% dos casos corresponde à forma mais séria da doença, o melanoma. De acordo com a médica Margareth de Santana Maciel, um dos pontos importantes é a detecção precoce, já que, no início, a maior parte dos casos é curável.

Os dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia, divulgados em 2016 em parceria com o Data Folha, entretanto, são preocupantes: a pesquisa mostra que 63% da população nacional não utiliza protetor solar no dia a dia. O estudo evidencia também que 106 milhões de brasileiros se expõem ao sol intencionalmente nas atividades de lazer, e que 6 milhões de adultos não se protegem de forma alguma quando estão em praias, cachoeiras, banhos de rio, lagos ou piscinas.

Além disso, dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) estimam que, até 2030, existam 27 milhões de novos casos desse câncer contabilizados, com 17 milhões de óbitos. No Brasil, o câncer já é a segunda maior causa de morte por doenças e, segundo a médica dermatologista, entre os tipos de câncer, o de pele já é o mais frequente no país.
Para Neide Cardoso, de 55 anos, que foi até a Policlínica para aproveitar o atendimento médico durante a Campanha, a iniciativa é positiva. “É bom, porque às vezes as pessoas não têm condições de acesso a essa consulta. É um serviço social e ajuda a diminuir a mortalidade”, opinou. E completou, “Eu hoje vim sem nada na pele para poder ver, consultar. Mas sempre uso filtro solar e ando com sombrinha”, contou a paciente.

O atendimento desse sábado (2), que começou às 8h e seguiu até meio dia na Policlínica Municipal, teve demanda livre e foi aberto à população. A Unidade conta com 3 dermatologistas que devem continuar fazendo os atendimentos normalmente.

Durante dezembro, em apoio à Campanha Nacional, as atividades de prevenção ao câncer de pele serão intensificadas. Em dias comuns, o procedimento que deve ser adotado para agendar a consulta é buscar o direcionamento do Posto de Saúde do bairro, que faz o encaminhamento para o especialista. São necessários carteira de identidade e cartão do SUS. Secom – PMA

Ultimas Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *