Destaque Notícias de Alagoinhas Últimas notícias

Alagoinhas: Vetor de desenvolvimento regional

Famosa pela qualidade de sua água, com a presença de grandes indústrias de bebidas, conhecida como a capital da laranja, atraindo empresas de beneficiamento de citros para a região, vocacionada para a atividade florestal, razão pela qual é cidade-sede de empresas de reflorestamento, e com um comércio pujante e em franco desenvolvimento, Alagoinhas é hoje um dos principais vetores do desenvolvimento regional do litoral norte e agreste da Bahia, atraindo um número ainda maior de visitantes que ajudam a movimentar a economia local e elevando a demanda por produtos e serviços como hotéis, restaurantes, clínicas médicas, escolas e outros.

Este bom momento também tem incentivado a chegada de novos hotéis, o que vai puxar ‘para cima’ a qualidade dos serviços oferecidos aos milhares e milhares de clientes – a maioria deles consultores e prestadores de serviços dos fabricantes de bebidas, como a cervejaria Heineken, o Grupo Petrópolis e a ISM (Indústrias São Miguel). A cidade abriga ainda escritórios de empresas florestais, como a Copener, que produz madeira de eucalipto para a fábrica de celulose solúvel do grupo, em Camaçari. De 2014 para cá, duas grandes redes de hotéis anunciaram a instalação de unidades em Alagoinhas – Zii Hotel, já em operação e o Soft Inn, em fase final de implantação.

Com mais de 150 escolas de ensino fundamental e médio e 12 instituições de ensino superior, inclusive com um recém-anunciado curso de Medicina, Alagoinhas também tem atraído para si um grande número de estudantes de diversas cidades vizinhas o que a coloca como formadora de talentos e fonte potencial de profissionais qualificados para atender à crescente demanda de pessoal para ocupar posições técnicas e estratégicas nas empresas locais.

Também incluída recentemente no Mapa Brasileiro do Turismo, como parte da Câmara Técnica Caminhos do Sertão, a cidade, com cerca de 155 mil habitantes, se prepara para continuar crescendo também no segmento de turismo.

Novos investimentos – Para o secretário de Desenvolvimento, Economia e Meio Ambiente José Edésio, “Alagoinhas é um dos municípios que mais cresce na Bahia”, fator essencial para encorajar investidores a apostarem no município. E, na avaliação dele, estímulos adicionais não faltarão em 2018 com a ampliação da Heineken no primeiro semestre e aprimoramento dos processos, o que a habilitará a produzir na cidade cervejas de primeira linha com padrão de exportação.

Ainda ligada ao polo de bebidas, há a fábrica da PKG Brasil, que está investindo cerca de R$ 200 milhões na instalação de uma fábrica de tampas, rótulos e embalagens para bebidas. Isso sem falar na tão discutida implantação das fábricas da Ambev, da Maratá e de uma fábrica do Grupo Minerar, que pretende construir uma unidade de beneficiamento de argila para atender às indústrias dos segmentos de louças sanitárias.

Já em fase adiantada de conclusão está a Faculdade de Medicina da Estácio, que vai ancorar a implantação do Hospital Municipal. “Onde existe um polo estudantil existe um polo de desenvolvimento, pois se aquece o comércio, as indústrias, a rede hoteleira, os serviços. Toda a economia se transforma”, afirma Edésio.

Ele observa que, mesmo no atual cenário de crise, alguns setores, como o da hotelaria, têm obtido um bom desempenho em Alagoinhas, com alto índice de ocupação, graças às empresas já instaladas e em instalação, aos eventos de negócios, à gastronomia e outras iniciativas que contribuem para atrair um número cada vez maior de hóspedes e, por consequência, de mais recursos para a cidade continuar evoluindo e diversificando sua economia. E as perspectivas otimistas destes novos investimentos na cidade deixam Alagoinhas ainda mais no centro das atenções de investidores de todo o país e do exterior.

 
Por Andréa Alcântara

Ultimas Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *