Destaque Notícias de Alagoinhas Últimas notícias

Conexão Trabalho realiza cerca de 800 atendimentos em Alagoinhas

O Conexão Trabalho, iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), realizou cerca de 800 atendimentos em sua segunda edição, que aconteceu nesta segunda-feira (27), em Alagoinhas.

Intermediação de mão de obra; serviços na área de saúde; emissão de documentos; oficinas sobre Empregabilidade, Microfinanças e Empreendedorismo; inscrições no Programa de Microcrédito do Estado da Bahia (CrediBahia) e no Cadastro Nacional de Artesanato foram as atividades oferecidas pela caravana temática, entre 8 e 14h, no Centro de Cultura do município.

“O Conexão Trabalho é uma experiência nova, que tem sido acolhida pela população de forma muito positiva. O intuito é ampliar o acesso das trabalhadoras e dos trabalhadores baianos a um conjunto de serviços públicos essenciais que são oferecidos pelo Governo do Estado”, explicou a titular da Setre, Olívia Santana, que acompanhou o evento.

Durante o projeto, foram emitidas 30 Carteiras de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e 81 Carteiras de Identidade. “Meu RG estava com a foto danificada e vim tirar a 2ª via. O atendimento foi rápido e, melhor ainda, de graça”, avaliou o metalúrgico Ailton Queirós, 35 anos.

Para a auxiliar administrativa Renata Alves, 25 anos, a ação itinerante facilitou a busca por um espaço no mercado de trabalho. “Saí de casa cedo para fazer a consulta das vagas e consegui uma carta de encaminhamento para um processo seletivo da minha área. Estou muito ansiosa e confiante”, afirmou. No total, 152 pessoas foram cadastradas no Sistema Mais Emprego e 47 trabalhadores foram encaminhados para vagas em empresas locais.

Em parceria com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), o Conexão Trabalho ofereceu também aferição de pressão arterial, avaliação de peso e altura, distribuição de preservativos e vacinação, totalizando 441 atendimentos.  “Meu objetivo era fazer o cadastro no SineBahia e acompanhar as palestras, mas aproveitei para ver como anda a minha saúde. A caravana é uma iniciativa muito boa”, ressaltou a operadora de caixa Ana Rita Teles, 37 anos.

Enquanto aguardava atendimento, a população usufruiu de atividades culturais, como rodas de capoeira dos grupos Mestre Sucuri e Manha de Bamba, e apresentações de dança dos grupos Live Off Dance e Mescla.

O registro no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (Sicab) para emissão da Carteira Nacional do Artesão foi uma das novidades da segunda edição do projeto. “A carteira possibilita uma série de benefícios, como participar de feiras de artesanato nacionais e até mesmo internacionais. Além disso, se surgir oportunidade para ministrar um curso em alguma instituição, já tenho como comprovar que sou uma profissional da área”, contou a artesã Fátima de Santana, que desenvolve trabalhos em vagonite e crochê (tipos de bordado em tecidos), e se cadastrou no Sicab.

— 

Ascom/Setre 

Ultimas Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *