Bahia

Bahia joga mal e perde para o Sport

Mendoza, um dos piores em campo pelo Bahia, sofre marcação de Anselmo, do Sport (Rafael Melo/Estadão Conteúdo)

Uma derrota de um time que nem de longe pareceu o mesmo que estava invicto há seis partidas. Com um futebol pobre, o Bahia perdeu para o Sport por 1×0, na Ilha do Retiro, na tarde deste domingo (19). Marquinhos, ex-Vitória, foi o autor do único gol do jogo. 

O primeiro tempo começou bem morno, com o Bahia tentando manter a posse de bola e impedir o ímpeto dos donos da casa. A estratégia inicialmente deu certo e o Leão da Ilha sequer conseguia incomodar ou chegar com perigo ao gol de Jean. Em contrapartida, o tricolor também não assustava Magrão e só tinha oportunidades nas faltas, uma delas cobrada por Jean, na barreira. 

Aos 22 minutos, Diego Souza teve a primeira chance da partida. Após brigar pelo alto e ganhar do zagueiro Thiago Martins dentro da área, ele acabou chutando para fora, perto da trave. Aos 37, Juninho caiu no gramado sentindo a coxa e Carpegiani colocou Vinicius para manter o 4-1-4-1. 

Um minuto depois, no entanto, o meia vacilou. Diego Souza fez protegeu e tocou para o meio da área, Marquinhos passou livre, nas costas do meia tricolor, que havia acabado de entrar, e chutou rasteiro, no cantinho de Jean. A bola ainda tocou na trave antes de entrar. Aos 40 minutos, o Bahia conseguiu finalizar com perigo pela primeira vez, com Edigar Junio, que parou na boa defesa de Magrão. 
  
Insatisfeito com a atuação do time no primeiro tempo, Carpegiani voltou do intervalo com Régis no lugar de Allione. O camisa 20 deu mais movimentação ao ataque tricolor, buscando triangulações pelo meio. Em uma delas, Zé Rafael foi derrubado na entrada da área e mais uma vez Jean saiu do gol para fazer a cobrança. O goleiro tricolor bateu com muita categoria e a bola bateu caprichosamente no travessão. Magrão já estava completamente vendido no lance.

O time continuou em busca do empate e o Carpé voltou a mexer para dar mais ofensividade à equipe. Desta vez, colocou Hernane na vaga de Zé Rafael. A partida começou a ficar bastante truncada, com o Sport fazendo faltas e gastando tempo para segurar a vantagem. 

Enquanto o segundo tempo rolava, a torcida mandante vibrou, mas foi com o gol de empate do Cruzeiro diante do Vitória, no Barradão, resultado que ajudava o time pernambucano na luta contra o rebaixamento. Sem conseguir criar mais boas chances, o Bahia viu o Sport voltar a assustar. 

Henríquez arriscou de fora da área e Jean espalmou. Durval pegou a sobra e o goleiro tricolor fez nova defesa mandando para escanteio. Na cobrança, Rithely desviou  de cabeça e JeaN, com muito reflexo, espalmou novamente. 

O Bahia tentou reagir em bom contra-ataque puxado pelo próprio Jean, que Hernane tabelou com Régis e serviu Mendoza. O colombiano dominou dentro da área, tentou o drible e se atrapalhou todo com a bola, que saiu pela linha de fundo. A partir daí o Sport apenas amarrou o jogo para garantir o triunfo. 
 

Fonte: Correio da Bahia

Ultimas Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *