Política

Assessor de Neto é condenado pelo TCU

Foto: Reprodução/ YouTube

O atual assessor especial III, grau 57, da subchefia de gabinete do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), Rosalvinho Sales (PV), foi condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por má administração na saúde de Amargosa, no ano de 2001, em seu segundo mandato como gestor da cidade.

Conforme publicação no Diário Oficial, a dívida, no valor original de R$ 226.700,71, deverá ser corrigida monetariamente, com acréscimo de multa e juros de mora.

De acordo com o relatório do TCU, “foram relatados e discutidos os autos de tomada de contas especial instaurada pelo Fundo Nacional de Saúde (FNS), em razão da não comprovação da boa e regular aplicação de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS), apuradas durante auditoria realizada pelo Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus)”.

O TCU deu prazo de 15 dias, a contar da notificação, para que seja comprovado, perante a Corte, o recolhimento do débito aos cofres do FNS, na forma da legislação em vigor.

*Com Bahia.ba

Ultimas Notícias