Bahia ELEIÇÕES 2018 Política

PT deve se aliar ao PMDB e a políticos que apoiaram o impeachment

O ex-presidente Lula ao lado do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e do governador Renan Filho – RICARDO STUCKERT / Agência O Globo

O impeachment de Dilma Rousseff e o governo do presidente Michel Temer colocaram o PT e o PMDB em lados praticamente opostos da discussão política nacional.

No entanto, conforme levantamento feito pelo jornal O Globo, os partidos devem se aliar em pelo menos seis estados na eleição do próximo ano.

Minas Gerais, Piauí, Sergipe, Paraná, Alagoas e Ceará seriam os locais de aproximação entre PT e PMDB.

Os dois últimos são os estados representados pelos senadores Renan Calheiros e Eunício Oliveira, por exemplo. Ambos são do PMDB e votaram a favor da saída de Dilma Rousseff em 2016.

Ao jornal O Globo, líder do PT na Câmara, deputado Carlos Zarattini (SP), ressaltou que as alianças não acontecem no plano nacional e ainda estão na fase de conversas iniciais em nível estadual. “Eventualmente, há conversas nos estados, de maneira informal.

São conversas nos estados onde já temos alianças e que perduraram”, comentou. Ex-ministro do Trabalho e da Previdência e um dos petistas mais próximos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Luiz Marinho também defende que o PT possa fazer alianças com partidos que apoiaram o impeachment de Dilma. “Nós temos que recuperar bases.

A maioria do povo também apoiou o impeachment e nós queremos recuperar a maioria do povo”, argumentou.

*Fonte: BN

Ultimas Notícias