Produção da Ford já cresceu 17% este ano e puxa a retomada da indústria

Publicidade 2

Após um período de quase dois anos de queda acentuada na produção, a indústria baiana começa a se recuperar, puxada pelo setor automobilístico e de pneus. Em agosto, a produção de veículos cresceu 18,3%. Já entre janeiro a agosto de 2017, a produção de veículos na Bahia cresceu 17,5% realizada  basicamente pelo Complexo Automobilístico da Ford.   

O aumento na produção se deve a retomada das vendas no mercado externo e a recuperação do mercado interno, que embora em níveis ainda baixos, elevaram  a produção para outro patamar. As exportações de automóveis populares, por exemplo,  atingiu US$ 257 milhões, entre janeiro e setembro, um crescimento de 189%.  Os produtos de borracha e de material plástico cresceram 5,5% este ano, grande parte relacionada com a produção de pneus para atender a demanda da Ford.

No ano já registram comportamento positivo na indústria baiana  os setores de couros e calçados, com incremento de 13,2% na produção,  celulose, e produtos de papel, com aumento de 3,0% e produtos alimentícios, com crescimento de 2,3%.
 
Apesar disso a produção industrial baiana  ainda registra entre de janeiro a agosto de 2017, uma queda de 3,9%, comparado com o mesmo período do ano anterior. Isso acontece porque a o PIB industrial da Bahia tem forte influencia  dos produtos derivados de petróleo e biocombustíveis que recuaram 9,0% e dos Produtos químicos com queda -0,6%, que somados atingem mais de 30% do PIB estadual. Para completar a Metalurgia, que teve queda de 34,7%. 

As informações são da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), com base me dados divulgados pelo IBGE.

Deixe uma resposta