Pedrão – Prefeito está em Salvador buscando saída com advogados contra denúncia do MPE

Publicidade 2

O prefeito da cidade de Pedrão, Sosthenes Campos, está em Salvador alinhando com seus advogados os rumos da defesa a ser apresentada ao Ministério Público Estadual, que pediu a cassação do prefeito e vice-prefeito do município, além de determinar novas eleições para o preenchimento dos cargos.

Na peça, assinada pelo promotor André Mota, o MP ainda aplica a sanção de inelegibilidade por oito anos de Sosthenes Campos e o ex-prefeito Jacob Pereira da Silva. A ação foi movida pela coligação ‘Com a vontade do povo’.

Há acusações contra o ex-prefeito Jacob da Silva, que apoiou a candidatura de Sosthenes Campos de abuso de poder público e econômico. Ele teria usado servidores públicos e fornecedores da prefeitura em beneficio da campanha politica, “efetuando pagamentos indevidos como se tivesse doando bens nos meses junho, julho, agosto e setembro e deixando e repassar o duodécimo da câmara, numa tentativa neutralizar os vereadores de oposição”.

Contra Sosthenes pesa a acusação de recebimento irregular de salário. Mesmo tendo se desincompatibilizado do cargo de secretario de saúde em junho de 2016 para disputar a prefeitura de Pedrão, ele ficou recebendo mensalmente o salario de R$ 2,4 mil.

Há ainda a acusação de que a empresa de Sosthenes, a Serravale Campos & Cia Ltda continuou a vender mercadoria para a prefeitura nos meses de junho, julho e agosto de 2016.

Fonte: Bocaonews

Deixe uma resposta