Destaque Política Últimas notícias

Eleições 2018 – Leitores se dividem sobre nova filiação de Radiovaldo Costa ao PT

Mundo sem fronteiras, a internet não perdoa. Uma das últimas vítimas foi o ex-vereador Radiovaldo Costa, que na última segunda-feira, 2, retornou às hostes petistas, sendo recebidos por alguns caciques da legenda, dentre eles Nélson Pelegrino.

O site Gazeta dos Municípios publicou um comentário sobre o novo ingresso do sindicalista no PT, lembrando sua trajetória, sua luta, mas também pontuando fatos que ocorreram durante sua saída da legenda e ingresso no partido Rede Sustentabilidade, levando consigo alguns “companheiros” que julgavam insatisfeitos com os rumos do partido em Alagoinhas.

Esse grupo, de uma ala divergente à do deputado Joseildo Ramos, nunca teve espaços na legenda para candidaturas a deputado ou a prefeito de Alagoinhas, quando o Jornal Gazeta dos Municípios, na época, questionou ao então vereador Radiovaldo Costa sobre a existência de cacique no partido, de quem emanava todas as decisões e sua falta de espaço na legenda.

No ingresso no Partido Rede, o ex-vereador usou um tom moderado, talvez já prevendo o futuro caso necessitasse retornar ao partido. Nunca fez acusações graves, mas nunca escondeu sua falta de espaço para candidaturas majoritárias para ele ou para qualquer um outro, deixando claro nas entrelinhas suas divergências internas.

Superada a ressaca eleitoral, os políticos esquecem o que disseram, superam as crises internas e se reagrupam. É uma filosofia, quase uma cartilha ética entre os políticos.

“Falta de coerência e ética isso sim…falta de respeito para com ele mesmo. O PT fez com Radiovaldo Costa o mesmo que fez com Pedro Pedro Marcelino a anos atrás. E o incoerente de tudo isso é ver dois políticos ativos e muito capazes ainda de curvarem ao PT e aos jogos de interesse. O interesse pessoal em primeiro plano”, afirmou Dene Mota no Facebook.

“O que sei é que os 11.000 votos que ele teve e muitos que teriam caso ele mantivesse sua decisão de saída do partido e fosse buscar vôos sozinhos para deputado, não vai ter, não por ter voltado para o partido em si, mas pela incoerência e se sujeitar a esse papel depois do boicote que foi feito a ele, mas se ele está pensando o atual deputado vai deixar ele sair candidato e correr o risco de perder a reeleição, está mais enganado que uma criança de 5 anos”, afirmou o internauta Vinícius Moreira.

Fonte  Vanderley Soares

Ultimas Notícias