O prefeito de Alagoinhas, Joaquim Neto (DEM), disse, na manhã desta terça-feira (3), que o colapso econômico tem impedido a instalação da cervejaria Ambev –dona da marca Skol – e da Maratá na cidade.

“A crise fez com eles ficassem com o pé atrás. Mas ainda estamos na esperança. Eles [Maratá] estão bem animados, estão esperando apenar melhorar o mercado. A Ambev disse que deve ter uma conversa no próximo ano, em 2018”, afirmou o democrata, em entrevista ao bahia.ba, ao ressaltar que a cervejaria teria dito que Alagoinhas tem “preferência” em relação a Olindina, cidade do nordeste do estado que disputa a instalação da indústria.

Joaquim Neto afirmou que, apesar de estar em grupos opostos, não vê com maus olhos o fato de o vice-governador João Leão (PP) defender que haja uma “descentralização” e Olindina fique com a fábrica da Ambev e a Maratá confirme a presença em Alagoinhas.

As Informação são do bahia.ba

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui