Audiência pública sobre o aterro sanitário é realizada na câmara

Publicidade 2
Audiência pública sobre o aterro sanitário.

Fruto do requerimento nº 44/17, de autoria do vereador Pastor Lins, foi realizada na última quinta-feira (14) na Casa Legislativa, uma audiência pública com o objetivo de discutir e buscar alternativas para a situação em que se encontra o Aterro Sanitário de Alagoinhas.

A mesa foi formada, além do vereador Pastor Lins, por: Harnoldo Azi, Secretário de Serviços Públicos, vereador Luiz Carlos Suíca, representante do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Intermunicipal/SINDILIMP/BA, Rosa Neri, Presidente da Cooperativa de Material Reciclável de Alagoinhas (CORAL) e Renan Ferreira, representante da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente.

Além do vereador autor, compareceram à audiência os vereadores: Anderson Baqueiro, Luciano Almeida, Raimunda Florêncio, Roberto Torres, Darlan Lucena, Noberto Alves (Bebé), Jorge da Farinha, Ozeas Menezes, José Cleto, Luciano Sérgio, Francisco Ribeiro (Thor de Ninha), João Henrique, Raimundo Alves (Gode), Edilson Ferreira (Duy do Frango).

Após o vereador Pastor Lins dar as boas-vindas a todos, foi apresentada a Lei Nacional dos resíduos sólidos, e em seguida imagens da atual situação do aterro sanitário. O vereador ressaltou a importância do trabalho de Dona Rosa e dos catadores e, ao longo da audiência, falou da urgência em tratar do tema.

O secretário Harnoldo Azi parabenizou o vereador Lins, demais vereadores e a plateia presente, e após alguns questionamentos pontuou: “Tenho certeza de que o governo tem se mostrado muito interessado e preocupado com a situação do aterro sanitário”. “…Enquanto nós estamos na secretaria as nossas preocupações são constantes até porque sou advogado e sei das responsabilidades.”

Dona Rosa falou da força e da união dos catadores, das dificuldades enfrentadas por eles ao longo da história da Cooperativa, do orgulho de representar Alagoinhas e da necessidade de valorização da profissão, afirmando em determinado momento, com entusiasmo: “Transformamos o lixo em luxo!”.

Durante a sua fala, o vereador Roberto Torres lembrou o apoio à Coral na época em que foi Secretário de Serviços Públicos: “Na minha passagem pela Secretária de Serviços públicos eu busquei apoio do governo para a Cooperativa de Material Reciclável – Coral, porque tinha conhecimento das dificuldades encontradas inclusive para o pagamento de aluguel e funcionários. Reconheço a luta de Dona Rosa, e conseguimos junto ao prefeito na época o valor de 10 mil reais mensalmente e mais cotas de combustível para o carro que fazia a coleta”.

Ao final do encontro, o vereador Lins agradeceu a presença de todos e apresentou alguns encaminhamentos, entre eles, a formação de uma comissão e a necessidade da realização de uma reunião com o Secretário de Educação.

Sobre a comissão, direcionando a palavra ao Secretário Harnoldo Azi, pontuou: “Eu quero propor nessa tarde sairmos daqui com uma comissão para que possa acompanhar os andamentos, que envolva parlamentar, sociedade organizada, catadores, enfim. Vamos discutir isso aqui, montaremos uma comissão para que junto com Vossa Senhoria, com a Secretaria, nós possamos acompanhar o andamento dessa temática que é o aterro sanitário”. Propôs também a realização de uma reunião com o Secretário de Educação: “Aterro também é educação!”, a fim de estudar uma forma de levar a temática oficialmente às salas de aula.

Ascom – Câmara Municipal de Alagoinhas

Deixe uma resposta