São João aquece a economia em mais de 300 cidades

Publicidade 2
São João aquece a economia em mais de 300 cidades

Os festejos juninos se espalham por mais de 300 municípios baianos com ingredientes da cultura local que mistura sagrado e profano, com animação de sobra para baianos e turistas. “O Governo da Bahia atua estrategicamente na promoção das festas como produto turístico que está nas prateleiras das agências de viagens do país e do exterior”, afirmou o secretário do Turismo da Bahia, José Alves, ao participar nesta quinta-feira (dia 22) da abertura da programação, no Pelourinho e em Paripe, na capital.

O São João da Bahia é um dos mais relevantes elementos do processo de fortalecimento da atividade turística. Acontece em praticamente todas as zonas turísticas, com o apoio do governo estadual. “Os indicadores revelam a qualidade da festa e o quanto é competitiva”, enfatizou o secretário. 

“Os festejos de São João estão profissionalizados, atraem patrocínios público e privado e lotam hotéis, pousadas e restaurantes”, comemorou José Alves. “Os serviços prestados nesse período geram cerca de 140 mil empregos temporários e fortalecem a economia baiana”.

A logística do São João da Bahia demonstra o vigor desta festa. O sistema ferry-boat está preparado para conduzir 120 mil passageiros e mais de 22 mil veículos, neste final de semana. A Rodoviária de Salvador é utilizada por 170 mil pessoas distribuídas em horários convencionais e 1.800 horários extras. A Estrada do Coco (BA-099), em direção ao Litoral Norte, terá tráfego de 60 mil veículos, de acordo com a estimativa da Concessionária Litoral Norte (CLN), enquanto a ViaBahia Concessionária de Rodovias prevê movimento de  550 mil veículos.

O turismo interno e os excursionistas vão somar cerca de 1,5 milhão de pessoas que deixam a capital baiana em direção ao Interior do Estado, gerando receita bruta de aproximadamente R$ 700 milhões em mais de 300 cidades. Os números são indicadores de como a festa fomenta a economia, por meio do turismo, comércio, alimentação, transporte e lazer. 

Interior – Em algumas cidades, a população dobra durante os festejos juninos, como em Senhor do Bonfim, Amargosa, Santo Antônio de Jesus, Cachoeira, Piritiba, Euclides da Cunha e Cruz das Almas. Destaca-se também a animação das festas em Mucugê, Irecê, Jequié, Ibicuí, Valença e Porto Seguro, dentre outras.

Com uma das festas de São João mais famosas da Bahia, a cidade de Amargosa (240 quilômetros de Salvador), espera receber em 2017 mais que o dobro da população local, em cada um dos quatro dias de festejos, que serão realizados de 22 a 25 de junho. 

Segundo o IBGE (censo de 2016), Amargosa tem população de 38.041 pessoas, enquanto a prefeitura espera receber 100 mil pessoas por dia de festa. Entre as atrações, estão Zé Ramalho e Estakazero. A Pousada do Bosque tem os seus 25 apartamentos reservados para o período da festa. Hóspedes oriundos de Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco. O hotel fazenda Colibri também estará lotado.

Confira a programação:

– Quinta-feira (22)

Paripe

Forrozão

Aviões do Forró

Forró do Muído

Genard

Largo do Pelourinho

Orquestra Sanfônica

Jeanne Lima

Arnaldo Farias

Renato Fechini

Cangaia

Terreiro de Jesus

Adelmario Coelho

Virgílio

Dorgival Dantas

Carlos Pitta

Nonô Curvêllo

Cruzeiro de São Francisco (Sala de Reboco)

Xote Bacana

Caciques do Nordeste

Trio Virgulino

Flor Serena

Dona Enkrenka

– Sexta-feira (23)

Paripe

Menina Forrozeira

Saulo Fernandes

Luan Santana

Papazoni

Pra Casar

Largo do Pelourinho

Tio Barnabé

Colher de Pau

Carlos Vilela

Val Macambira

Gereba

Terreiro de Jesus

Filomena

Cicinho de Assis

Flávio José

Genard

Jó Miranda

Cruzeiro de São Francisco (Sala de Reboco)

Trio Anarriê

Zefa di Zeca

Rebeca Tárique

Zelito Bezerra

Zé de Tonha

– Sábado (24)

Paripe

Dan Valente

Estakazero

Pablo

Seu Maxixe

Jhony Paixão

Largo do Pelourinho

Kiko Salli

Cacau com Leite

Flor de Maracujá

Poiz é

Jorge Zarath

Terreiro de Jesus

Del Feliz

Targino Gondim

Geraldo Azevedo

Zelito Miranda

Tenison Del Rey

Cruzeiro de São Francisco (Sala de Reboco)

Amor e Brasa

Mel sem Pimenta

Bando Virado no Mói de Coentro

Cole Comigo

Repórter: Lenilde Pacheco

Deixe uma resposta