Câmara Municipal discute Segurança Pública e violência em Alagoinhas

Publicidade 2
Foto – Kekeu Barreto

A sessão ordinária que aconteceu na última terça-feira (23) teve como principal assunto a violência e a segurança pública na cidade de Alagoinhas. Os parlamentares citaram, entre outros, o fato ocorrido durante a manhã com o advogado e ex-vereador Gustavo Carmo, demonstrando nos seus discursos solidariedade, e agradecimento a Deus pelo colega estar fora de perigo. A violência contra a mulher também foi um tema abordado.

Entre as ideias apresentadas para reforçar o combate à violência na cidade, foi sugerido pelo vereador Anderson Baqueiro a criação de uma Comissão na Câmara para tratar diretamente da questão e buscar apoio com o comandante da Polícia Militar e o delegado geral da polícia civil. “Precisamos pedir reforço da polícia militar, polícia civil, equipamentos.”

Preocupados com o índice de violência, alguns vereadores optaram por, através de suas emendas individuais, destinar recursos para fortalecer e aparelhar a guarda municipal.

Foram apresentadas indicações dos vereadores: Ozeas Menezes (solicitando ações de saúde e segurança na Comunidade do Estevão, recapeamento na Rua Murilo Cavalcante e revisão dos semáforos e placas sinalizadas, assim como pinturas nas faixas de pedestre, no centro da cidade e nos bairros), Jorge da Farinha (solicitando limpeza e iluminação da área do campo de futebol situado em frente à Delegacia de Polícia, no bairro Jardim Petrolar), Thor de Ninha (solicitando a realização de processo participativo na construção do Plano Plurianual para o período de 2018 a 2021).

Entre os requerimentos aprovados para a realização de Audiências Públicas constaram: Discussão das questões atinentes à Lei Ordinária 2.337/2016, que cria o programa Ruas de lazer (autoria do vereador Jorge da Farinha), Discussão do tema – Conversando sobre a depressão e o suicídio. (autoria do vereador Pastor Lins) e Debate sobre a importância e contribuição do Serviço Social na área de educação, especialmente na escola (autoria do vereador Thor de Ninha).

Foram aprovadas também duas moções de louvor e aplausos, ambas de autoria do vereador Ozéas Menezes, em homenagem: ao Sr. Antonio Moreira de Souza, pelo heroísmo e patriotismo e por ser o último Ex-combatente da Segunda Guerra Mundial, em vida, da cidade de Alagoinhas, e aos industriários da cidade pela crescente importância do setor no desenvolvimento econômico da cidade de Alagoinhas e em comemoração ao dia do industriário, celebrado em 25 de maio.

O vereador Luciano Sérgio deu entrada no Projeto de Lei que considera de utilidade pública a Associação Comunitária dos produtores rurais, agricultores e familiares de conceição de cima.

Na oportunidade, foram aprovados os Projetos de Lei: que considera de Utilidade Pública a Fundação da ONG Grupo Humanizar-se de Alagoinhas, de autoria da vereadora Raimunda Florêncio, e que assegura aos profissionais da educação básica o pagamento de meia-entrada nos estabelecimentos culturais e de lazer do município de Alagoinhas, de autoria do vereador Luciano Almeida.

Chegaram à Casa Legislativa, remetidos pelo Poder Executivo, o Projeto de Lei nº 018/17 (dispõe sobre doação de terreno de propriedade do município de Alagoinhas à Associação do Parque São Bernardo), e o Projeto de Lei 019/17 (que autoriza o Poder Executivo Municipal proceder ao Orçamento da Seguridade Social do Município, aprovado para o exercício financeiro de 2017, a abertura de Crédito Adicional Especial), assim como a Lei nº 2.360/17, devidamente sancionada pelo Exmo. Senhor Prefeito. Foi enviado também, pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito – SMTT um ofício, convidando o senhor presidente e demais vereadores para participarem da “Pedalada Pela Vida” que será realizada no dia 28 do presente mês às 7h, no estacionamento da Prefeitura.

A Diretoria da União das Associações de Moradores de Alagoinhas (UAMA) e da União das Associações Comunitárias Rurais de Alagoinhas (UARA) encaminhou um ofício à Câmara solicitando o retorno das sessões itinerantes na zona urbana e rural. Em resposta ao ofício, o presidente Roberto Torres garantiu que as referidas sessões serão realizadas ainda este ano, e ressaltou “É importante levar esta casa aos bairros e aos distritos da cidade de Alagoinhas, precisamos ouvir as necessidades de cada comunidade”.

Ao final da sessão, o Presidente lamentou o assalto ocorrido com o ex-presidente da Casa Legislativa, Gustavo Carmo, ressaltando a sua estima pelo mesmo: “Ficamos muito aflitos com a notícia, Gustavo é uma pessoa muito querida nesta cidade, graças a Deus está tudo bem”.

Fonte: Ascom – Câmara Municipal de Alagoinhas

Deixe uma resposta